InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 RAFFERTY, Madara

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Madara Rafferty

avatar

Feminino Aquário Galo
Idade : 24
Player : Heibel
Mensagens : 1370

MensagemAssunto: RAFFERTY, Madara   18/6/2014, 22:24

  • DADOS BÁSICOS

Player: Heibel

Nome completo: Madara Bryony Aster Crabtree Pyrites Rafferty
Apelido: Mady
Data de Nascimento: 14 de fevereiro de 1993
Local de Nascimento: Chipping Clodbury - Inglaterra

Idiomas: Inglês (língua mãe)
Sexualidade: Bissexual
Relacionamento: Solteira

Raça: Mestiça
Patrono: Cavalo. O mesmo de sua mãe.
Bicho-Papão: Vê uma bomba, algo muito caricato, com dinamites e um relógio contando os segundos para explodir. Representa o medo da morte e, como a única percepção que tem da morte é a dos pais - que morreram numa explosão - é isso que ela vê.
Varinha: Cornus com Corda de Coração de Dragão, 11.5 polegadas (29.21 cm), semi-flexível

Mady estava animada para comprar sua varinha. Chegou na loja já tagarelando com o senhor Ollivander, até ignorando os pais e quase entrando atrás do fabricante enquanto ele ia escolher as varinhas que ela experimentaria. Teve algumas tentativas frustradas, mas não foi muito difícil encontrar a varinha que serviria perfeitamente para a menina. Assim que a segurou, a varinha soltou faíscas coloridas. A madeira é a mesma da varinha de sua mãe.
Madara teve pouca dificuldade em se adaptar à varinha devido a natureza brincalhona das duas. Nunca conseguiu realizar feitiços não-verbais com ela, mas poucas vezes se incomodou mesmo com isso.

  • VIDA

Madara nasceu e cresceu em Chipping Clodbury, uma vila com grande população trouxa. Morava com os pais num apartamento simples e super colorido, e eram vizinhos dos avós, tanto os paternos, quanto os maternos. Sua infância foi muito feliz. Por ser filha da baterista da famosa banda bruxa "The Pops", tinha um padrão de vida alto. E por ser a primeira filha, primeira neta, sobrinha e afilhada, foi muito mimada.

Aprendeu a ler, escrever, fazer contas e essas coisas básicas, com o pai que era historiador, e com a avó paterna, Aster, que dirigia uma hospedaria na região. A mãe, Mary, a ensinou a tocar violão, cantar, chantagear as pessoas com beicinho e ser maluca. Piano, Mady estudava com o avô materno, Abraham, que também tentou fazê-la aprender outros instrumentos, mas desistiu quando notou que ela não tinha muito foco. A avó materna, Bryony, gostava de fazer bolinhos e bolachas, mas Madara nunca se interessou em aprender as receitas, apenas gostava de comer. Com o avô David, pai de seu pai, o relacionamento era mais rígido. Ele não gostava de bagunça e as piores broncas que ela já levou na vida foram as dele. Seus tios sempre foram muito legais com ela. Emma, irmã de sua mãe, é sua madrinha e as duas se adoram, mesmo com a diferença gritante de personalidades. Como a diferença de idade com o tio Benjamin é razoavelmente pequena, eles se dão super bem também. Amanda, irmã de seu pai, é uma mulher tranquila que gosta de organização, então Mady tenta ser paciente e organizada quando está perto dela.

Aos onze anos foi convidada para estudar em Hogwarts e isso gerou uma alegria indescritível na menina. Comprou sua varinha, uma coruja, uniforme e foi. Logo no trem, correndo pelos corredores absolutamente feliz e hiperativa, trombou com um garoto e os dois caíram no chão. O menino a ajudou a levantar e, quando isso aconteceu, viu três meninos idênticos a olhando. Achou que tivesse batido a cabeça e ficado louca, mas os trigêmeos conseguiram provar que eram de verdade. Jeffrey, Jamie e Jordan Walker se mostraram tão empolgados quanto ela, então foram conversando e brincando juntos o resto da viagem inteira.

Mady e Jamie foram selecionados para a Lufa-Lufa, Jeffrey para a Grifinória e Jordan para a Corvinal. Mesmo assim, viviam juntos pelo castelo. Até que Jordan arranjou seu grupinho e se afastou um pouco deles. Mady e Jamie se tornaram melhores amigos, por serem da mesma casa e terem a mesma paixão por música e arte. Já Jeffrey sempre despertou um interesse diferente na menina. Com ele, gostava de correr, brincar e aprontar. Ele era praticamente uma versão masculina de Madara, tão hiperativo quanto ela, tão sem foco quanto ela.

Todos os alunos sabiam que ela era filha de Mary Pyrites, a baterista da "The Pops", e a tratavam diferente por isso: alguns a odiavam simplesmente por ser reconhecida, outros a paparicavam e puxavam seu saco. Por ainda ser muito pequena, ela não tinha muita noção de tudo isso, apenas ficava chateada quando era tratada mal de graça, ou extremamente feliz quando ganhava presentes ou vantagens de qualquer forma.

Nas férias entre o primeiro e o segundo anos, voltou para Chipping Clodbury e ficou muito feliz em rever os parentes. As famílias dos pais sempre foram muito amigas. O casamento de Mary e Jack as uniu muito, mas a tragédia que tirou suas vidas em 2005 as uniu ainda mais.

Madara tinha doze anos quando os pais morreram. Foi um choque para todos, mas em especial para a garotinha que teve sua vida modificada em todos os sentidos. Ela teve que ir morar com os avós paternos na hospedaria e começou a trabalhar lá nas férias, tanto para se distrair e ajudar a família, quanto "para ser bem educada", já que o avô considerava a criação dela até ali, falha. Agora ela tinha hora para acordar, hora para comer, hora para estudar, hora para trabalhar e hora para dormir. David garantia que ela seguisse seus horários com rigidez. Ela odiava. Tendo crescido com os pais, que eram muito flexíveis e animados, ela se sentia presa pelo avô e seus cronogramas certinhos. Volta e meia dava uma escapada e fugia para a casa dos avós maternos, para tocar violão e dançar com Abraham, ou para a casa de algum dos amigos da vila. Aliás, ela sempre teve vários, trouxas e bruxos. Madara sempre teve facilidade em fazer amigos. É claro que ficava de castigo quando voltava para a hospedaria, mas dormia feliz por ter se divertido.

Na volta às aulas, foi um pouco doloroso estar na escola. A todo tempo alguém a fazia lembrar dos pais - especialmente da mãe, que era famosa. Todos os dias alguém perguntava "você não é filha daquela baterista que morreu?" e coisas parecidas. Jamie, Jeffrey e Jordan foram essenciais para que ela não ficasse triste pelos cantos.

Os anos foram passando, eles foram crescendo e logo ela e Jeff começaram um romance bobinho de criança. Foi com ele que ela perdeu seu BV, aos treze anos, e sua virgindade, alguns anos mais tarde, aos dezesseis.

Aos quatorze anos, já mais crescida, resolveu homenagear a mãe e pintou o cabelo de azul. Passou a modificá-los com frequência, tornando-os cor de rosa, verdes e roxos. O avô detestava e sempre mandava ela voltar para a cor natural, mas ela não obedecia. Quando completou quinze, mudou os cabelos para ruivos e gostou tanto que adotou a cor para o resto da vida.

No quinto ano na escola, os quatro amigos se tornaram monitores. Madara estava orgulhosa dela mesma, pois além de ser da mesma casa da mãe, era monitora como os pais tinham sido.

Ao se formar, Jeff conseguiu vaga num time de quadribol australiano. Para continuar por perto, Mady mudou com ele para lá. Como costumava ajudar os avós na hospedaria, já tinha certa experiência em servir mesas e, assim, conseguiu um trabalho como garçonete num bar trouxa. Depois de um tempo, começou a tocar e cantar no bar também. E resolveu que queria saber dirigir carros trouxas, então tirou sua licença. Sempre dirigiu muito mal.

Quase um ano depois, Jeff foi convidado para jogar num time inglês. Sendo assim, voltaram. Ela voltou a morar na hospedaria do avô, mas agora já não seguia o cronograma dele. Ajudava, é claro, mas nos esquemas dela. Continuava tocando em festas, agora tanto bruxas quanto trouxas e até chegou a montar uma banda, mas não deu certo.

Quando Jeffrey ganhou a bolsa para estudar em Ottery, Madara começou pensar sobre cursar a faculdade também, mas demorou quase um ano para se decidir.

  • FAMÍLIA

Avô paterno: David Rafferty (1941)
Avó paterna: Aster (Burns) Rafferty (1942)

Tia paterna: Amanda (Rafferty) McClure (1972)
Tio paterno: Aaron McClure (1971)

Avô materno: Abraham Pyrites (1947)
Avó materna: Bryony Crabtree Pyrites (1953)

Tia materna: Emma Crabtree Pyrites (1973)
Tio paterno: Benjamin Pyrites (1984)

Pai: Jackson Rafferty (1970)
Mãe: Maryanne Crabtree Pyrites Rafferty (1970)

Jackson e Maryanne eram vizinhos num vilarejo inglês meio trouxa, meio bruxo. Os pais do garoto tinham uma hospedaria na região e a mãe de Mary era chef na cozinha dessa hospedaria. O pai de Mary, trouxa, era professor de música.

Sendo assim, Jack e Mary se conheceram ainda crianças. Ela sempre foi muito agitada, vivia correndo para lá e para cá, inventando brincadeiras, se sujando. Ele era calmo, sereno e estava sempre lendo alguma coisa. Eram o clichê do "opostos que se atraem". Como tinham a mesma idade, entraram juntos em Hogwarts, mas foram selecionados para casas diferentes: ele para a Corvinal, ela para a Lufa-Lufa. No quinto ano tornaram-se monitores juntos. E no mesmo ano engataram um romance que duraria a vida toda.

Ainda na escola, Mary formou uma bandinha com alguns amigos, a "The Pops". E dali eles explodiram. Quando se formaram no colegial, já tinham convites para abrir shows de algumas bandas grandes por todo o país e foram rapidamente ganhando espaço no cenário musical. Chegaram a tocar com a "Weird Sisters" mais tarde, já que ambas as bandas vinham crescendo ao mesmo tempo.

Jack se tornou historiador e o namoro com a baterista passou por alguns altos e baixos através dos anos, principalmente por eles terem que ficar muito tempo longe enquanto ele estudava e ela viajava com a banda. Mas o amor superou tudo e quando ambos estavam com vinte e três anos, Mary engravidou da única filha do casal: Madara.

Casaram apenas por burocracia, pois já moravam juntos havia muito tempo. Mady veio para trazer um pouco de juízo para a cabeça de cabelos coloridos da mãe, e muita alegria para ambas as famílias.

Os três viviam num apartamento simples - e absolutamente colorido - em Chipping Clodbury. E a morte prematura do casal pegou a todos de surpresa.

Jack e Mary vinham discutindo sobre a próxima turnê que ela faria, e para amenizar as brigas, resolveram viajar, espairecer um pouco, quase como uma segunda lua de mel. Deixaram Madara - que na época estava com doze anos - na hospedaria dos avós e partiram para a Londres trouxa. Os dois adoravam passear em lugares trouxas, estudar coisas trouxas e estavam muito acostumados a trens, metrôs e ônibus. Era uma das coisas que eles amavam fazer juntos: viajar em trens ou carros. Era dia 07 de julho de 2005. Ninguém poderia prever que Londres passaria por um atentado terrorista. Cinquenta e duas pessoas morreram nas explosões aquele dia. Duas delas eram Jackson e Maryanne.

A partir de então, Madara passou a morar com os Rafferty na hospedaria. Como sua mãe era famosa, as pessoas acabavam sempre lembrando e a comparando à Mary.

Citação :
A "The Pops" foi formada por Alexa Stump no vocal, Doug McGonagall no baixo, Daisy Rosier na guitarra e Mary Pyrites na bateria (mais tarde, substituída por Alan Tuck).

A banda começou em 1985, em Hogwarts. McGonagall era da Grifinória, Rosier da Sonserina, Stump e Pyrites da Lufa-Lufa. Doug e Daisy tornaram-se um casal no último ano da escola.

Os quatro já vinham de famílias musicais, todos cantavam e tocavam instrumentos desde pequenos.

Quando se formaram no colegial em 1988, já tinham convites para abrir shows de algumas bandas grandes por todo o país e foram rapidamente ganhando espaço no cenário musical. Nos anos que se seguiram, a The Pops ganhou destaque na Europa, principalmente entre o público adolescente, ganhando fãs e crescendo ao mesmo tempo que a "Weird Sisters" dos seus colegas de escola.

Em 1992 a banda lançou seu primeiro disco, "Pophever", sucesso de vendas. E durante a tour européia, Mary descobriu que estava grávida do seu namorado, Jackson Rafferty. Eles casaram pouco antes de Madara Rafferty nascer, em fevereiro de 1993.

Em 1994 foi lançado o segundo disco, "Lollipop", considerado até os dias atuais, o melhor da banda.

Em 1995 foi a vez de Daisy engravidar e dar a luz a Casper e Cameron McGonagall, gêmeos. Em 96, Doug e Daisy casaram.

1998 foi o ano de estreia do terceiro disco intitulado "Do you think it's all right to do it?" e do nascimento de Wendy Wagtail, filha de Alexa e Myron Wagtail (vocalista da Weird Sisters, seu namorado na época).

A partir do ano seguinte, a banda ficaria conhecida no mundo todo depois que uma de suas músicas, "Don't Tell Me That It's Over", tocar na rádio-novela britânica mais famosa de todos os tempos, a "Away from London".

Apenas em 2003, o quarto disco da banda foi lançado, "Half a horse", e não teve uma boa recepção do público e da crítica, que acusavam a banda de estar saindo da sua zona de conforto ao tentar cruzar gêneros musicais que não combinavam.

Em 2005 uma tragédia poria fim a vida da baterista e seu marido. Todos acharam que a banda tinha chegado ao fim, mas dois anos depois os membros restantes anunciaram o retorno da The Pops com um novo baterista. Alan Tuck assumiu as baquetas e lançaram em 2008 o quinto álbum, "Wait and see", no qual o grupo volta às suas origens e é ovacionado por seu trabalho. A capa foi desenhada por um artista plástico americano chamado Noah Kalili e representava Mary com seus cabelos coloridos. Grande parte das músicas desse disco foram escritas por Mary ou para ela, sendo uma homenagem completa à amiga falecida.

Em 2009 Doug formou uma banda menor de música alternativa, na qual era o vocalista. No final do mesmo ano, Alexa lançou um disco solo. E Daisy anunciou no ano seguinte a marca oficial de roupas feitas por ela. Esses trabalhos paralelos, dizem, acabou tomando muito do tempo dos integrantes, o que fez com que a The Pops fosse deixada de lado por longos cinco anos.

Daisy e Doug tiveram mais um filho em 2010, Chester McGonagall, e Alexa casou com Steve Plunkett em 2011.

2014 trouxe com ele o sexto álbum da banda, "L'Amour".

1992 - Pophever
1. Don't Kill the Magic
2. Harder to Love
3. Trembling
4. Don't Impedimenta Me
5. Bad People
6. Where
7. Do You Believe?
8. Worse Things Happen at Sea
9. Pophever
10. Everlasting
11. Kids
12. We're Thinking of You

1994 - Lollipop
1. Tarantallegra
2. No Way
3. Feel my Spell
4. Easy Target
5. Calming Draught
6. Dragon Heart
7. My Antidote
8. Lollipop
9. Golden Snitch
10. Headache
11. Now and Then
12. It's Up to You
13. Get Lost
14. You Look So Familiar
15. Great Dancer

1998 - Do you think it's all right to do it?
1. Locomotor Mortis
2. Fairy
3. About That Bass
4. An Evil Witch
5. Same Blood
6. Can I Ask a Favour?
7. You're Like An Unicorn
8. Liquid Luck
9. Centaur Teardrop
10. Don't Tell Me That It's Over
11. At Least
12. What Remains For You
13. Amused
14. Lumos Up!
15. Public Conveniences
16. Basic
17. In Other Words, F*** You!

2003 - Half a horse
1. Nasty Piece of Amortentia
2. Psycho
3. Good Charm
4. Practice Makes Perfect
5. Did I Really Say That?
6. Episkey in my Heart
7. Need U Now
8. Welcome, Panda!
9. Heartless Bastard
10. Be My Polyjuice
11. Utopia
12. Boring!
13. Hit Me, Beater
14. Doxycide


2008 - Wait and see
1. Rainbow Elixir
2. Give me a Hand
3. It's Probably Going to Rain Tomorrow
4. Best Day Of My Life
5. Say You Care
6. AABB
7. 35
8. Vain
9. Every Cloud Has a Silver Lining
10. Blue Jacket
11. Buttercup
12. Evanesco
13. Scream
14. Keep Me Dreaming
15. Reflection
16. Trick-or-Treat
17. Muggle World
18. Safe Sound
19. Don't Forget
20. See ya

2014 - L'Amour
1. It's Not the End of the World
2. Three Days to Go
3. Dancing with a Banshee
4. Veritaserum
5. Gimme Cupid Crystals
6. Obliviate
7. My Soul is Laetificat
8. It's Fine By Me
9. Don't Mind
10. Move On
11. I Need Some Help
12. Not on Your Life
13. Airhead
14. Moonbeams
15. Hideaway

  • APARÊNCIA

Madara tem cabelos naturalmente castanhos, mas como sempre foi comparada à mãe, sempre quis deixá-los coloridos. Os avós não permitiam, mas aos quatorze anos ela aprendeu o feitiço e os mudou sozinha. No começo, os usou azuis, verdes e cor de rosa, baseando-se em fotos de Mary. Mas em algum momento os deixou ruivos e achou que essa cor combinava muito mais consigo, então nunca mais mudou.

Tem um rosto largo, de nariz levemente adunco, lábios finos e olhos pequenos. Essa descrição não a faz parecer bonita, mas de alguma forma, ela é considerada bonita por muitas pessoas. Seu corpo é muito magro e mesmo que ela tente, não consegue ganhar peso. Seus seios são pequenos, sua cintura não é muito aparente e não tem quadril ou coxas. Dessa forma, fica parecendo uma adolescente e muitas vezes é de fato confundida com uma. Tem 1,69m de altura e cerca de 55kg.

É bastante vaidosa, então está sempre bem arrumada, maquiada, com as unhas feitas, o cabelo bonito, usando roupas boas.

  • PERSONALIDADE

Animada seria a palavra ideal para descrevê-la. É muito raro ver Madara triste, cabisbaixa ou deprimida. Está sempre sorrindo, rindo, contando piadas, dançando e pode até ser um pouco escandalosa quando está muito excitada.

Vive para música, então está cantando e dançando o tempo todo. Ela literalmente caminha dançando no ritmo das músicas na sua cabeça.

Nunca foi muito preocupada com responsabilidades. Dinheiro nunca lhe faltou, então ela vai levando a vida conforme dá na telha.



I'm so sick of that same old love, that shit it tears me up
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.wizardsuniverse.org/t496-rafferty-madara
Madara Rafferty

avatar

Feminino Aquário Galo
Idade : 24
Player : Heibel
Mensagens : 1370

MensagemAssunto: Re: RAFFERTY, Madara   6/8/2014, 15:11

2014

18 de junho - Ottery St. Catchpole - Estação de Trem e Old Albus - Quarto do Jeffrey (com Jeffrey)
21 de junho - St. Morgaine College - Sala de Jantar (com Jeffrey)
23 de junho - Ottery St. Catchpole - Bludgers & Beers Pub (com Malcolm)
24 de junho - Ottery St. Catchpole - Pie & Vinyl (com Balin)
25 de junho - Ottery St. Catchpole - Bludgers & Beers Pub (com Jeffrey)
27 de junho - Ottery St. Catchpole - Praça Mayor Muggle Merll (com Mia)
28 de junho - Londres - Museu do Quadribol (com Jeffrey) e Museu do Quadribol (com Mia e Thanatos)
01 de julho - Argentina - Lago Ornamental (Cerimônia de Abertura) e Continuação (sozinha)
06 de julho - Argentina - La Baratija (com Liophis)
11 de julho - Argentina - Rincón Verde Café (com Cass)
13 de julho - Argentina - Jogo País de Gales vs. Alemanha (sozinha)
16 de julho - Argentina - Barraca Rafferty (com Jeffrey)
22 de julho - Argentina - Parrilla Rojas e Barraca Rafferty (com Jeffrey)
25 de julho - Argentina - La Ruta del Costa Mística (com Atheris)
02 de agosto - Chipping Clodbury - Hospedaria Rafferty (com Jeffrey)
17 de agosto - Beco Diagonal - Sugarplum's Sweets Shop e O Caldeirão Furado (com Jeffrey)
18 de agosto - Godric's Hollow - Mercadinho Anne Fowler (com Caspian)
21 de agosto - Godric's Hollow - Ponte Mayflower (com Caspian)
22 de agosto - Ottery St. Catchpole - Bludgers & Beers Pub (com Liophis)
25 de setembro - Ottery University - Biblioteca Salazar (com Govannon)
01 de outubro - Queen Maeve College - Sala de Estudos (com Mia)
03 de outubro - Old Albus College - Banheiro Masculino e Ottery St. Catchpole - Bludgers & Beers Pub (com Jeffrey)
17 de outubro - Queen Maeve College - Quarto da Madara (com Jeffrey)
12 de novembro - Ottery St. Catchpole - Ruínas de Mimsy-Porpington (com Jeffrey)

2015

14 de fevereiro - EUA, Alasca - Sedna's Hut Hotel - Quarto do Valentine's Day (com Fergus/Sierra)
27 de fevereiro - Old Albus College - Quarto do Jeffrey (com Jeffrey)
21 de abril - Londres - Vipera - Banheiros e Stage Room (com Frank)
28 de abril - Old Albus College - Escadaria e Sala de Estar (com Jeffrey)
13 de maio - Beco Diagonal - Praça Dumbledore (com Trinity)
29 de julho - Chipping Clodbury - Hospedaria Rafferty (com Giullia)
20 de agosto - Godric's Hollow - Rua Craftsman (com Vince)
09 de setembro - Ottery University - Jardins de Musidora (com Vince)
19 de outubro - Old Albus - Cozinha (com Vince)
31 de outubro - Festa de Halloween de Hogsmeade; Casa dos Gritos e Old Albus - Quarto do Vince (com Vince)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.wizardsuniverse.org/t496-rafferty-madara
Madara Rafferty

avatar

Feminino Aquário Galo
Idade : 24
Player : Heibel
Mensagens : 1370

MensagemAssunto: Re: RAFFERTY, Madara   12/1/2016, 02:35

2016

11 de janeiro - Ottery University - Refeitório Godric (com Vince)
29 de janeiro - Beco Diagonal - Asphodel Meadows Sex Magic Shop e Queen Maeve - Quarto da Madara (com Vince)
15 de fevereiro - Queen Maeve - Sala de Jantar (com Vince)
06 de março - Queen Maeve - Quarto da Madara (com Vince)
15 de março - Old Albus - Quarto do Vince (com Vince)
09 de abril - Ottery St. Catchpole - Stumblin' Nightclub (com Conchita/Jay)
19 de abril - Ottery St. Catchpole - Pie & Vinyl (com Conchita/Jay)
16 de junho - Ottery St. Catchpole - Bludgers & Beers Pub (com Casper)
17 de junho - Queen Maeve - Quarto da Madara (com Vince)
16 de julho - Escócia - Casamento Flossie e Alaric (com Vince)
21 de agosto - Escócia - Wild Boreray Festival - Palco (com Conchita/Jay)
01 de outubro - Godric's Hollow - Caravana dos Goshawk (com Vince)

2017

08 de junho - Queen Maeve - Quarto da Madara (com Vince)
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.wizardsuniverse.org/t496-rafferty-madara
Conteúdo patrocinado




MensagemAssunto: Re: RAFFERTY, Madara   

Voltar ao Topo Ir em baixo
 
RAFFERTY, Madara
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» RAFFERTY, Madara
» Uchiha Madara vs. Hashirama Senju OVA
» Ficha de Uchiha Madara
» [Sugestão] Regra - Madara Uchiha
» Regra - Uchiha Madara

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wizard's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Fichas-
Ir para: