InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Evans, Magnolia Beth

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Magnolia Evans

avatar

Feminino Leão Porco
Idade : 22
Player : Isis
Mensagens : 644

MensagemAssunto: Evans, Magnolia Beth   15/3/2014, 02:42


  • DADOS BÁSICOS

Player: Isis

Nome completo: Magnolia Beth Evans
Apelido: Mags
Data de Nascimento: 29 de julho de 1995
Local de Nascimento: Bristol, Inglaterra

Idiomas: Inglês
Sexualidade: ?
Relacionamento: Solteiro

Raça: Nascido trouxa
Característica especial: -
Patrono: Lince do deserto
Bicho-Papão: Uma caixa preta ao redor dela, que vai se encolhendo até parecer que irá esmaga-la
Varinha: Sequoia com corda de coração de dragão, 9,5 polegadas (24,13cm), inflexível

É uma varinha com um temperamento muito ligado ao de Magnolia, e por isso reflete como ela está se sentindo frequentemente. Nos seus primeiros anos era bastante normal sair explodindo coisas por aí ao ficar brava, ou até mesmo soltar faíscas coloridas ao estar feliz, mas hoje em dia esses acidentes raramente acontecem. A varinha até funciona na mão dos outros, mas como fica com raiva junto da dona se lhe tomam a varinha, é comum que os feitiços feitos por outros saiam ao contrário (ou que explodam algo).


  • VIDA


Teve uma infância bem tranquila em Bristol, morando durante os primeiros anos de sua vida na casa dos avós com a mãe, que ainda era muito nova para tentar sustentar as filhas sozinha. Talvez por causa de como “deu errado” com Rose, seus avós na verdade preferiram ser bem mais duros com as netas enquanto elas moravam junto com eles. Nunca deixavam impune qualquer arte que elas fizessem, e, portanto, era bem comum que elas estivessem quase sempre de castigo.

Magnolia começou a demonstrar magia aos 6 anos de idade, quando conseguiu fazer que o brinquedo que sua irmã Poppy segurava, e que queria, viesse até ela voando. Além de ficar assustada, Poppy saiu chorando para contar o que a irmã fez e Mags ficou de castigo, para ver se aprendia a dividir as coisas. O castigo apenas serviu para que ela ficasse um dia inteiro no quarto, sozinha, pensando em como o boneco tinha voado até sua mão e tentando fazer com que outros viessem para o quarto para que ela tivesse o que fazer. Algum tempo depois, fez com que um urso de pelúcia explodisse por ficar se concentrando em levitá-lo sem ter a menor noção do que estava fazendo. Ao ouvir a explosão, deitou na cama e fingiu estar dormindo. Como ninguém entendeu o porquê do urso ter explodido, nunca foi punida por isso.

Não demorou muito para que ela e Poppy ficassem com a magia bem descontrolada. Elas não entendiam muito bem o que estava acontecendo, mas sabiam que vinham delas e ficavam tentando forçar para que acontecesse de novo, o que causou problemas. Quando tinham 7 anos, Rose, formada como técnica de enfermagem e trabalhando, resolveu sair de casa para morar com um namorado e levou as filhas.  Não demorou muito para que ele se mostrasse um tanto quanto abusivo psicologicamente, sempre dando um jeito de humilhar a mãe das meninas. E também não demorou para que objetos saíssem voando e batendo nele. Quando ele começou a querer descontar também nas meninas, dizendo que elas eram aberrações por coisas esquisitas acontecerem perto delas, Rose decidiu terminar o namoro e o tirou de casa. Esse mesmo problema se repetiu algumas vezes, já que aparentemente Rose tinha um grande dom para arrumar caras que não prestam.

Recebeu, junto com sua irmã, a carta de Hogwarts aos 11 anos. A excitação foi imensa. Não entendiam uma palavra sequer do que estava escrito naquilo, mas parecia ser sensacional. Correram ao redor de casa gritando durante um bom tempo, até que se tocaram de que não faziam ideia do que tudo aquilo queria dizer. Já começavam a achar que não havia passado de uma brincadeira de mal gosto quando na última semana de agosto, já conformadas de que não eram bruxas de verdade, um membro do Ministério da Magia veio até a casa delas e explicou tudo o que elas e a família precisavam saber. Acompanhou as meninas até o Beco Diagonal, fizeram suas compras, ficaram insuportáveis brincando com as suas varinhas e perguntando absolutamente sobre tudo. No fim do dia, estavam exaustas e sem querer voltar para casa, mas o fizeram.

Depois dos aparentes dois anos que levou até setembro finalmente chegar, foram para a plataforma. Mags saiu correndo para atravessar a parede, como havia sido explicado, mas no fundo não acreditava que fosse dar certo. Mas deu e a viagem de trem foi incrível. Não paravam de perguntar e falar sobre tudo.

Quando chegou o momento delas irem para o chapéu seletor, Magnolia foi a primeira. Demorou um pouco, entre Grifinória e Sonserina, mas acabou nas masmorras mesmo. Não fazia ideia do que aquilo dizer, mas adorou as palmas e foi feliz para lá. Mas, Poppy, foi para a Corvinal.

Mesmo que achasse bem esquisito ficar longe assim da irmã, não levou lá muito tempo para se enturmar. Era uma das poucas nascidas trouxas, e estando na Sonserina isso poderia ser meio complicado, mas toda vez que faziam alguma piadinha com ela sua varinha explodia alguma coisa, e não poucas vezes explodiu próximo demais de certas pessoas. Não demorou então para que ela começasse a apontar a varinha quando começavam a implicar, e logo as implicâncias terminaram, ao menos por parte dos primeiranistas. Mas demorou bastante para conseguir dominar a varinha, e só no segundo ano começou a ir melhor nas matérias, mantendo uma boa média até o final.

Aos 14 anos, percebeu que era bonita e começou a usar isso em seu favor. Conseguia vários favores de colegas para terminarem suas lições, monitores não lhe davam os castigos necessários, convencia pessoas a fazerem coisas erradas por ela. Foi aperfeiçoando o charme ao longo dos anos. Aos 15, perdeu a virgindade com Thormund Waters, setimanista da Sonserina com quem já ficava havia algum tempo, mas por quem nunca sentiu nada além de uma certa afinidade. Não demorou muito pra ser considerada "rodada" entre a Sonserina, mas nunca se afetou com isso e sempre venceu em duelos de qualquer um que tentasse lhe dizer ou chamar de algo.

No sexto ano ficou pela primeira vez com um menino mais novo, do quinto ano, e tomou gosto pela coisa. Achava especialmente divertido como os mais novos a tratavam como uma deusa e sempre dava um jeito de a tratarem ainda melhor - recompensando-os depois. Desse modo acabou se envolvendo com vários meninos de anos anteriores, mas acabou estabelecendo que eles tinham que estar ao menos no quinto ano, para não ficar muito esquisito.

Assim, no seu último ano acabou envolvida com vários meninos mais novos. Eram fáceis de seduzir, de ensinar e se divertia bastante. Chegou a ter um caso mais intensinho com o grifinório Julian Brook, talvez quase começando a gostar mesmo dele mas acabou cortando logo esse amorzinho e só se aproximava quando queria ficar com ele mesmo, se recusando a dormir junto depois e tudo o mais. Também ficou com Jude Buxton e Eli Harlow, tirando a virgindade deles também.

Ficou meio triste quando saiu da escola e decidiu junto com Poppy irem pra faculdade, já que lá a idade mínima era a dela, e por isso de vez em quando combina algum encontro com os alunos de Hogwarts em Hogsmead.


  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS


Sylvester Evans – Avô
Annabeth Evans – Avó
Lily Evans Potter – Prima de seu avô
Petunia Evans Dursleys – Prima de seu avô
Rose Evans – Mãe
Poppy Evans – Irmã gêmea

Sylvester Evans era primo de primeiro grau de Lilian Evans (Potter), nascido inclusive no mesmo ano. Seus pais tinham um relacionamento bom e durante a infância vivia a se divertir com Petunia e Lilían. No entanto, começou a ver a prima cada vez menos depois dos 11 anos, quando ela foi para um colégio interno, o qual Petúnia não quis ir.

Teve uma filha cedo, aos 20 anos, Rose Evans, e se casou com a mãe dela, Annabeth Evans logo que descobriram a gravidez. Tiveram uma vida bem tranquila, e Rose era consideravelmente mimada por acabar sendo a única filha do casal, sempre sendo extremamente bem tratada. Cresceu sem ter muita noção das coisas por causa disso, e aos 15 anos descobriu que estava grávida, de um namoradinho, Jonah Durspoy que era o conhecido por bater nas pessoas pela escola e pelo bairro. Quando contou a ele, quase apanhou também e acabou prometendo a ele que iria tirar a criança. Felizmente, não era muito esperta e ficou tentando apenas algumas receitas caseiras que encontrava por aí, todas ineficazes. Acabou tendo que contar para seus pais.

Os pais ficaram extremamente chocados e decepcionados. Esperavam que ela tivesse mais consciência do que eles mesmos tinham tido na época em que engravidaram, mas só ficaram realmente bravos quando descobriram que o menino não queria assumir a responsabilidade. Foram até a casa dele e conversaram diretamente com seus pais, que brigaram imensamente com o filho. Jonah prometeu ali na frente deles que ajudaria com a criança, e no outro dia chegou a realmente bater em Rose por causa do que ela o fez passar.

Foi a gota. Os Evans denunciaram o menino e decidiram sair de Londres, mudando para Bristol, só voltando a Londres para garantir que ele estaria preso pelo que fez. Rose acabou mantendo a gravidez, descobrindo pouco depois que estava grávida de gêmeas. Apesar de tudo, acabou amando suas pequenas ruivas, Poppy e Magnolia, e tomou um pouco de jeito, começando a estudar com mais afinco para tentar dar a elas uma vida boa como os pais lhe deram. Continuou morando na casa dos pais, junto com as filhas, durante alguns anos ainda, até se formar em técnica de enfermagem e se mudar junto com um namorado e as meninas. Não deu certo, já que continuava indo atrás de caras errados, mas continuou a vida a só com as filhas. Teve alguns outros namorados ainda, mas todos acabavam lhe tratando mal em algum momento. Quando as meninas acabaram indo para Hogwarts, decidiu voltar a estudar, conseguindo então um diploma de graduação de enfermaria, ao invés de apenas um técnico.


  • APARÊNCIA


Não é muito alta, mas ainda assim está acima da média, por volta de uns 1,73m. É magra e não tem grandes curvas no corpo, mas também não chega a não ter nenhuma, já que seus seios, cintura, quadril e nádegas são todos bem medianos, combinando bem entre si. Tem os cabelos longos e ruivos como o da sua irmã e de sua tia avó, Lily Evans Potter, os quais está sempre cuidando para que continuem fortes e brilhantes. A pele é bem branca e os olhos são de um verde bem escuro, meio musgo, chegando a parecer castanho em luzes diferentes. Seu rosto é bem angular, com as maças saltadas, que ela ainda realça com maquiagem.

Bastante vaidosa, está sempre cuidando da pele e do cabelo. Nunca é vista sem maquiagem, nunca. Não sai do quarto sem ela e sem aplicar por cima um feitiço de fixação. Caso acabe dormindo fora de casa, não retira o feitiço até o outro dia, para que então já acorde maquiada. O seu básico do dia a dia é a pele inteira tratada, a sobrancelha feita para aparecer mais, com iluminador, delineador nos olhos, contorno no rosto para afinar o rosto e o nariz, e um batom, que em 85% dos casos é vermelho, e a boca bem desenhada para que fique mais carnuda, quase como que em um bico constante. Está sempre buscando novidades em cosmética.

Preocupa-se extremamente com suas roupas e tem sempre algo novo, conhecendo todos os brechós e lojas de todo o Reino Unido, basicamente. Como enjoa das roupas fácil, dificilmente as usa mais do que algumas vezes, e, já que não tem o espaço para guardar todas ou o dinheiro para simplesmente sair comprando, está sempre trocando roupas com pessoas por aí. Raramente usa cores claras em suas combinações, e, quando usa, é algo que roubou do guarda-roupa de sua irmã. Usa muitos vestidos, saias, tops, leggings e meias-calças, além de acessorizar bastante com chapéus, brincos, gargantilhas, colares, anéis e pulseiras. Usa tudo junto e ainda assim dá certo. Seus sapatos são fechados na grande maioria, e botas. Tem botas de todos os jeitos possíveis, mas suas preferidas e as mais gastas são definitivamente as com um salto ridículo de alto. Gosta de misturar peças bruxas e trouxas. Seu visual é quase sempre meio femme roqueira fatale ou algo do tipo, com um visual bem mais agressivo do que o da sua irmã, mesmo que por baixo de tudo sejam bastante parecidas fisicamente.

Quando tinha 16 anos, furou o nariz e até hoje mantém o furo, usando uma argola do lado direito.


  • PERSONALIDADE


É bastante na dela, não sendo muito amiga de várias pessoas, mas sem chegar a ser antipática nem nada. Nunca é má educada de graça, especialmente com desconhecidos, com os quais tem uma calma incrível, o oposto de como é com conhecidos, com os quais se irrita facilmente. Gosta que pensem que é mais malvadinha do que realmente é, mas não sabe se chega a enganar muito bem.

Não chega ter uma auto-estima muito boa, mas aprendeu a se gostar mais e a achar nas roupas uma armadura, sempre ficando muito mais radiante e confiante quando está “montada”. Por isso quase sempre está assim.


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.wizardsuniverse.org/t299-evans-magnolia-beth
 
Evans, Magnolia Beth
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» [Fanfic]O Último Suspiro
» Treino Noturno em Trio para Kevin Frost, filho de Quione, Rebecca T. Hannagan, filha de Perséfone e Sierra Evans, filha de Apolo
» MvP [Comum] Pablo Von Hazel \ Isabell Evans
» MvP [Comum] Pablo Von Hazel \ Isabell Evans

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wizard's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Fichas-
Ir para: