InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 BLISHWICK, DIAMOND

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Diamond Blishwick

avatar

Feminino Leão Cobra
Idade : 28
Ocupação : Formada em Artes Finas
Player : Buba
Mensagens : 525

MensagemAssunto: BLISHWICK, DIAMOND   13/3/2014, 14:59


  • DADOS BÁSICOS

Player: Buba

Nome completo: Diamond Blishwick
Data de Nascimento: 19 de agosto de 1989
Local de Nascimento: Londres - Inglaterra

Idiomas: Inglês
Sexualidade: Hétero
Relacionamento: Solteira

Raça: Mestiço
Patrono: Águia
Bicho-Papão: Uma escada flutuando no nada sem corrimão. Provavelmente pelo seu trauma com escadas depois que caiu de uma. Tem medo de cair de corrimão, já que foi o que aconteceu.
Varinha: Choupo-Branco com Pêlo de Unicórnio, 25cm, flexível.

Nunca teve problemas para se adaptar a varinha. Sempre foram bem conectadas e Diamond a ama de paixão.


  • VIDA

Diamond é a primogênita de Billy e Rachel, mas pela pouca diferença de idade entre ela e Sean, o até então caçula, cresceram muito juntos.

Ela e Sean começaram a demonstrar os primeiros sinais de magia ao mesmo tempo, em volta dos 4 anos e os dois pareciam ficar mais poderosos quando estavam juntos. O primeiro sinal de Diamond foi quando fez um sapo que tinha virar uma flor. Ficou tão chocada e com medo de levar bronca que fez ele voar para longe. E nunca mais foi visto o sapo-flor. E assim iam acontecendo os sinais, aleatórios ou propositais quando ela os entendia e dominava melhor. E adorava mostrar eles para o irmão ou ver quando os dele também aconteciam.

Os irmãos tinham aulas particulares de música, vôo, línguas e matérias básicas como gramática e matemática. Desde pequena era um pequeno gênio da matemática e amava muito os números. Faria contas absurdas de memória. Sempre foi assim. Mas estranhamente também amava artes. Só não tinha o mesmo dom do irmão. Então gostava de se inspirar nele e fazia suas coisinhas pedindo para ele ensiná-la. A única coisa que não gostava era música.

Quando foram convidados para estudar em Hogwarts aos onze anos, todos achavam que ela ia acabar sendo selecionada para a Corvinal como a mãe, Rachel, pois ela era toda esperta com coisas complicadas, mas para espanto de todos o chapéu indicou ambos os Blishwick para a Lufa-Lufa. Seu pai ficou meio puto com Sean na época, e Sean achou que a decepção os afastaria, mas na primeira oportunidade que tiveram de conversar cara a cara, Billy foi super tranquilo com aquilo, dizendo que não importava a casa a qual pertencessem, eles ainda eram uma família, se amavam e estava tudo bem. Diamond ficou aliviada, pois pretendia brigar com o pai se ele brigasse com Sean.

Diamond foi feliz da vida para a escola, tagarelando o caminho do trem todo. Na época tinha o cabelo grandão e usava um mooonte de tranças por ele todo, além de uma sombra coloridinha que adorava, coisas de menina.

Nos dois primeiros anos andava grudada com o irmão mesmo que tivesse seus amigos. Ficava especialmente brava quando os Sonserinos implicavam com o irmão ou falavam de sua família. Tudo que Sean não falava a nanica se metia e falava um monte. Eles a ignoravam, mas ela esbravejava mesmo assim. Talvez por isso ninguém mexia com ela. Nao por medo, afinal era uma menina magrela, mas eles não conseguiam a deixar vulnerável. Seria perda de tempo simplesmente. Digamos que poderia ser seu lado grifinório aflorando toda vez que peitava esse pessoal. Ficou muito feliz quando viu o irmão reagindo e passou a adorar o seu amigo John. Inclusive, foi com ele que perdeu seu bv, aos 14 anos. E contou para o irmão, já que este não era ciumento como o pai.

Entrou para o Clube de Duelos no início do quarto ano porque queria seguir os passos de Sean e mesmo não sendo brilhante, gostava muito. Sempre foi uma boa aluna, no entanto. Foi o único clube do qual participou para poder focar nas aulas e seus deveres. O casal não precisaria se preocupar com notas, os filhos eram bons nisso.

No quarto ano também conheceu Mia Lux Singh. Era apaixonada por crianças e conforme foi crescendo e vendo os menores entrando nos próximos anos (mesmo que tecnicamente ainda fosse uma criança também, afinal 14 anos não é um big deal) ficava se sentindo a mãe de brincadeira do pedaço. Adorava conhecer eles, ajudá-los a desvendar o castelo, dava dicas preciosas e ensinava a roubar guloseimas da cozinha. Claro, ela queria conquistar todos eles e ser a mais velha mais amada por eles. E pelo seu jeito doidinho e fácil de se adaptar a qualquer ambiente e idade, isso não foi muito difícil. Hoje tem muitas amizades graças a tudo isso. E Mia foi uma das crianças que mais gostou. Chamava ela de Lux quando soube de seu segundo nome porque achava mais bonito e a chama assim até hoje. Gostava bastante de Ellie também, mas criou mais laços com Lux por ela ser da Lufa-lufa também. Meio que a "adotou" e era muito gentil com ela. Até por saber que ela não era lá a mais estudiosa, tentava a ajudar com deveres mais complicados que ela (Diamond) já tinha passado nos anos anteriores, dando dicas sobre os professores e etc. Quando alguém implicava com ela, igual fazia com Sean, mas agora tendo mais palavra por interagir com todo mundo e ser mais popularzinha, a defendia e mandava não mexerem mais com ela. Funcionava as vezes.

Foi também no quarto ano que se apaixonou, por Elysium Peasegood. Mas como se falavam normalmente apenas como colegas de classe, ela nunca teve coragem de aprofundar nada. O que era estranho para alguém tão fácil de socializar e etc. Simplesmente sentia as pernas bambas com as próprias imaginações de falar com ele sobre isso. Se via ele com alguém sentia o coração aos pedaços e até chorava. Viu que todo esse amor criado por ela tava começando a deixar ela meio doida e então se forçou a mudar de rumo. Em vez de falar com o garoto, pois é. Então começou a ficar com vários meninos incluindo John. Foi criando um afeto por John e perdeu a virgindade com ele. Foi ruim para ela, mas com o tempo foi aprendendo a gostar e logo estava viciada no sexo com ele. Sempre se perdiam por ai pelas salas vazias, sala precisa e por aí vai. Mas logo isso tudo acabou. E eles permaneceram bons amigos, coloridos as vezes.

No quinto ano, seu irmão virou monitor e ela achou isso o máximo. E útil, pois ela sempre convencia ele a deixá-la entrar no banheiro de monitores, por exemplo. Ela permanecia com notas excelentes, mesmo não sendo monitora.

No meio do quinto ano teve dois acontecimentos bem marcantes. Caiu das escadas enquanto aprontava e tentava escorregar pelo corrimão. Sua sorte foi ter caído para dentro delas e não fora. Rolou e por pouco não quebrou o pescoço. Foi uma queda feia neste nível. Ficou na enfermaria por cinco dias e saiu de lá sem querer ver escadas pelo resto da vida. Pena que Hogwarts tinha o que parecia ser bilhões delas. Descia sempre no meio (longe de corrimão) e devagar. Até ficar ok de novo e voltar a descer pulando, correndo e etc. Mas nunca no corrimão. Neste meio tempo, enquanto estava na enfermaria, Henry Lewis (nascido trouxa) da Sonserina estava lá também e os dois que eram bem amigos até e já tinham ficado começaram a conversar bastante para o tempo passar e quando sairam de lá passaram a ficar cada vez mais. Até começarem a namorar. Nas férias daquele ano levou ele para casa para apresentar à família e prevendo que o pai ficaria puto por ele ser da Sonserina, além de simplesmente ser seu namorado e o pai ser ciumento, disse à Henry para fingir que era da Grifinória. O sonserino resmungou, achou aquilo uma humilhação, mas faria por ela se ninguém no castelo soubesse disso, jamais. Ela avisou por carta que levaria ele e quando chegou o garoto passou por um batalhão de perguntas. Mas passou vivo, mesmo que tivesse que dormir em quarto separado e mal podiam ficar juntos dentro de casa. Billy parecia ter olhos na casa toda e brotava em segundos se eles pensassem em fazer besteira. Na verdade ela nem tinha coragem de ficar muito grudada nele em respeito (ou medo) aos pais. Henry se passou por grifinório por quase metade das férias, até que Billy ouviu uma conversa dos dois falando sobre tal coisa, pois Henry estava meio puto em fingir esse tempo todo. Foi um caos na casa. Billy expulsou o garoto de casa, fazendo ele ir embora de Flu quase a chutes e Diamond (além de ouvir de Henry que ela era covarde como uma típica Lufa) ficou de castigo pelo resto do verão. Além de ter apanhado, ouvido horrores do pai o dia todo e todos os outros que se passaram. Chorou, gritou de volta, fez drama falando que ele não queria a felicidade dela, disse que não era justo ele ser assim com ela e Sean poder sumir pelo mundo fazendo o que quisesse, disse que o (Billy) odiava, que ia fugir e nunca mais voltar. Ficou até com raivinha do irmão na época. E não falava mais com Billy. Foi para Hogwarts sem falar com ele, o que deixava Rachel furiosa e triste.

Voltando para Hogwarts viu que seu irmão estava bem mudado, e isso a deixou mais puta ainda. Ela em casa de castigo só porque tinha um namorado Sonserino (estava em negação, jurando que não estava errada em mentir, que a culpa era do pai) e ele se tatuando pelo mundo. Virou a cara para ele por semanas. E continuou ficando com Henry só para cutucar o pai, até que foi pega fora do horário pelos corredores com Henry e o irmão a aliviou. Voltou a falar com ele e contou tudo que aconteceu. Claro que aumentou todas as suas partes e disse que ficou com a bunda roxa de tanto apanhar, que o pai disse que não a amava mais e etc. Sabia que Sean não era (tão) bobo, mas preferiu envenenar o pai mesmo assim. E se arrependeu logo depois, pois este pegou uma gripe bruxa bem feia e ela achou que ele ia morrer e nunca mais se perdoaria. Mandou uma carta para o pai dizendo que ele tinha razão e que o amava e para pedir desculpas e que terminaria com Henry. E o fez, até porque Henry começou a tratá-la muito mal. Chegou a querer bater nela uma hora, mas Sean viu e a defendeu, batendo nele. Ela ficou bem magoada com aquilo, pois nunca achou que algum menino fosse bater nela. Mas ela se vingou também e espalhou pelo castelo todo uma foto dele se masturbando e logo em seguida broxando. Ela conseguiu tirar a foto se disfarçando de menino e entrando no banheiro masculino de fininho e ninguém nunca descobriu que foi ela, mesmo que tenha contado para Sean. Henry foi tirar satisfação acusando-a, mas foi em vão. Ele não era idiota, no entanto e passava a fuzilar ela com o olhar. Tentou se vingar várias vezes, mas não teve sucesso, ela sempre estava com alguém perto e era popular o suficiente para foder com ele se ele fizesse algo com ela. Ele poderia até ser Sonserino, mas nao popular o suficiente. E sendo menina ela sabia que tinha a vantagem de se defender usando a vulnerabilidade. Ou fingindo-a.

Gostou tanto de se disfarçar de menino que nas próximas férias, do sexto para o sétimo ano, cortou o cabelo quando viajou com Sean e John. Cortou sozinha mesmo. E também fez suas duas tatuagens, uma em cada ombro. Ela tinha desenhado elas sozinha fazia tempos, e só aperfeiçoou no tatuador depois. Colocou também piercing em um mamilo e fez questão de mostrar à John para provocá-lo.

Quando foi para casa ficou admirada que o pai não tenha brigado com ela. Mas já era filhinha do papai novamente, cheia de chamegos. E óbvio que não contou do piercing no mamilo. Nem que pretendia fazer no sexo. Fez este último uma semana antes de voltar para Hogwarts. Se arrependeu pelo tanto que doeu, mas achou tão legal que não se importou. Também foi John o primeiro a ver. Gostava muito de John, inclusive, mas nunca cogitou namorar com ele. E provavelmente nem ela. Mas eles ficavam bastante. No meio do sétimo ano ela chegou a achar estar grávida dele. Panicou, surtou total, não conseguia focar em mais nada. Mas sua menstruação desceu três semanas depois e ela quase se jogou no chão de alívio.

Quando se formou, ficou meio chateada pelo irmão ter vazado, então ela ficou em casa com os pais por dois meses e decidiu que também queria viajar. Viajou com umas amigas e depois até sozinha com John, escondido dos pais. Eles passaram seis meses viajando juntos e namoraram esses meses. Ela se sentia livre e crescida. Vivia sozinha com ele por onde viajavam montando acampamento e etc. Mandava cartas para o irmão e família, e enfim, foram os melhores meses de sua vida. John chegou a pedir ela em casamento. Ela quis muito aceitar, mas ao mesmo tempo não queria casar. Não aceitou, então. Disse que preferia apenas namorar. Os pais não sabiam, é claro. Passando os seis meses ela voltou para casa e ficou por mais quatro, até viajar novamente com John. Mas os dois já não tinham mais a mesma química e ele não queria mais esconder o namoro. Então terminaram, mas ficaram muito amigos. E Diamond enfiou na cabeça que ela tem uma espécie de destino involuntário com Sonserinos, para a infelicidade do pai.

Diamond não sabia o que fazer da vida. Não queria trabalhar no Ministério. E como amava crianças, pediu a mãe para arrumar algo para ela no St. Mungus que mexesse com crianças. Então ela passou quase dois anos trabalhando lá e gostava de verdade. Era difícil para ela ficar só no branco, e sempre tinha alguma coisa colorida. Era a mais colorida de lá e por isso mesmo crianças a adoravam. E também por ela parecer uma criança de rosto.

Quando Sean mudou para o Havaí ela visitou ele em suas folgas e adorou Lilo. Por isso mesmo quando Sean a abandonou ela surtou de raiva dele. Xingou ele litros, deu uns tapas nos braços e disse que ele merecia nunca mais namorar com ninguém. Tentou procurar Lilo, mas como não sabia onde ela morava nunca a achou. Foi muitas vezes ao Havaí, mas eram nas suas férias, então não podia passar muito tempo e não conheceu a vida privada de Lilo.

No meio tempo que Sean mudou para lá, ela entrou em Ottery que foi inaugurada em 2010. Saiu do St. Mungus e foi estudar. Queria Medi-bruxaria, mas também se sentiu atraida por vários outros cursos. Então fez Bacharelado de Magiologia e por sorte ele funcionou quando decidiu fazer Artes Finas. Já tinha em mente deixar Medi-Bruxaria para outro ano. Gostava muito de estudar e não pretendia parar, ainda mais com uma Universidade existindo, isso a deixava empolgadíssima. Especialmente por ser da primeira turma. E era da turma original da Albus College também. Em Ottery reviu Elysium, mas por sorte já não era mais apaixonada por ele. Mas bem que ficaria, com certeza. Acha ele mais lindo ainda agora.

Em meados de 2011 ela adotou um cachorrinho. Ela o achou filhotinho perto de casa quando passava férias tremendo na chuva, tinha sido abandonado. Pegou ele e logo eram mãe e filho. Na hora de dar nome foi uma tortura. Até ver Sean mexendo em sua barba e ficou em choque como ela lembrava o jeitinho do "bigode" do cachorro. Pronto, era Mustache então.

Quando Sean entrou em 2012 ela já estava no terceiro ano (segundo de Artes Finas) e se formou em meados de 2013. Em Setembro do mesmo ano entrou para Medi-Bruxaria, como tinha planejado e agora em 2014 está no primeiro ano.

Gosta demais de Ottery, Albus College e está apaixonada por Medi-Bruxaria. Gostou muito de Artes Finas e no meio tempo cria artes e etc para vender e conseguir seu dinheiro. Mas fez para aprender profundamente e futuramente manter apenas como autônoma. Mas como carreira decidiu finalmente que quer ser medi-bruxa.

Gosta muito, assim como em Hogwarts, de receber calouros e lhes apoiar no início, ainda mais quando fazem Artes Finas e ela é expert no assunto.

John e ela mantêm contato toda semana por cartas. E as vezes ele vem visitá-la e eles sempre ficam sem compromissos.


  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS

Pai: William "Billy" Blishwick (1967)

Mãe: Rachel (Kloss) Blishwick (1950)

Irmãos: Sean (1990), Seth e Daria Blishwick (2000)

Rachel era uma nascida trouxa que pertenceu a Corvinal nos seus anos de escola. Lá conheceu Jackeline Blishwick (grifinória), Beatrice Figg (grifinória) e Jane Perks (corvinal), que vieram a se tornar suas grandes amigas.

No sétimo ano das quatro, Jackie ficou grávida e teve um filho, William.

Depois que se formaram, Rach foi trabalhar no St. Mungus como medi-bruxa; Jackie foi jogar quadribol por um time profissional, o Montrose Magpies; Bea se tornou professora particular de literatura e gramática para crianças; e Jane foi trabalhar no Salão de Beleza da Madam Primpernelle. Como o pai de William nunca assumiu o bebê, nem nunca procurou Jackie depois da escola, Rach, Bea e Jane ajudavam a amiga a cuidar do garotinho, principalmente porque Jackie era a mais irresponsável das quatro e a qual, definitivamente, não deveria ter filhos.

Conforme William crescia, viu o casamento de Jane com Sheldon Orpington e de Beatrice com Terry Plunkett; o nascimentos dos filhos deles; e o casamento da mãe Jackeline com Paula Petterson, sua companheira de time.

Depois que se formou em Hogwarts, Billy conseguiu um emprego no Ministério da Magia, no Departamento de Catástrofes Mágicas, e passava muito tempo com Rachel, que era a única solteira do grupo e a única que morava em Londres, como ele. Dessa forma não tardou para que o relacionamento deles evoluísse para algo romântico. A princípio era escondido, já que eles mesmos achavam um pouco errado estarem juntos, tanto pela diferença grande de idades, quanto por Billy ter sido criado considerando-a quase uma tia. Porém, depois de quase um ano, resolveram que se amavam e que não deviam mais esconder nada. Ninguém foi contra, apesar de Jane e Jackie terem ficado com o pé atrás por um tempo.

Dois anos depois ela ficou grávida e eles decidiram se casar. Diamond nasceu em Londres, onde o casal ainda vivia. Apenas dois meses depois, Rach engravidou novamente, tendo Sean já em Upper Flagley, para onde a família mudou por achar que os filhos precisavam de um ambiente mais tranquilo para crescer.

Em 2000, para surpresa de todos, Rachel engravidou novamente. Agora, por já ter cinquenta anos e serem gêmeos, a gravidez era de risco e ela teve que parar de trabalhar. Os Blishwick resolveram mudar de novo para Londres, pois ficariam mais perto do St. Mungus caso alguma emergência acontecesse.

Diamond e Sean mal viram os irmãozinhos nascerem, pois logo no ano seguinte foram chamados para estudar em Hogwarts.

Cinco anos depois do nascimento dos gêmeos, Rachel voltou a trabalhar.

E em 2011 foi a vez de Seth e Daria irem para Hogwarts. Para alegria dos pais, o menino foi selecionado para a Grifinória e a menina para a Corvinal.


  • APARÊNCIA

Com 1.68, tem cabelos naturalmente escuros e os ama. Já pintou quando era mais nova, de azul, rosa e loiro, mas atualmente os ama assim e não pretende pintar nunca mais.

Com 16 anos fez duas tatuagens desenhadas por ela. Pretende fazer outras.

Diamond é imprevisível. Um dia pode parecer um menino, com blusas largonas e boné de lado. Em outro uma menininha de vestido colorido com estampas de melancia, bananas e etc, além de chapéus de bichinhos e por aí vai. Gosta de se vestir como dá na telha. E nem sempre combina as coisas muito bem.

Fisicamente é praticamente uma cópia de sua avó paterna. É absurdamente igual, cabelos, tipo de rosto, olhões e etc. Ama a vó.



  • PERSONALIDADE

Diamond é bem alegre e esperta. Sempre foi assim. É bem beijoqueira e namoradeira também, mas não é ciumenta. Talvez tenha até um pouco de trauma com isso por causa do pai. Não é romântica, é do tipo brincalhona e troladora das relações, mas isso não significa que não sinta.

Ela é bem sensível, aliás. Chora fácil. Não de raiva no entanto, quando fica com raiva ela fica séria e emburrada. E em situações de extrema tensão costuma rir atoa, de puro nervoso. Não é a melhor pessoa para ir a um enterro, por exemplo. Causaria vergonha alheia.

Ama animais e crianças no mesmo nível, especialmente seu cachorro Mustache. Anda com ele no colo, apara sua barba, conversa com ele e o mima horrores. É sua criança.

Tem uma saúde bem forte, mas desmaia muito fácil. Uma quedinha mais forte e apaga. Muito calor então... ela apaga rapidinho.

É muito inteligente, especialmente com número. Dê qualquer conta e ela faz de cabeça.
Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.wizardsuniverse.org/t284-blishwick-diamond
 
BLISHWICK, DIAMOND
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» BLISHWICK, DIAMOND
» [REGRA] Diamond Diamond no Mi
» Hunt III | Arteniel Fallen e Alexander Diamond
» Ajuda Como eu coloco sprites no elysium diamond?
» Personas de Mexico

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wizard's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Fichas-
Ir para: