InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 BUXTON, Jude

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Jude Buxton

avatar

Masculino Sagitário Rato
Idade : 20
Player : Mah
Mensagens : 4553

MensagemAssunto: BUXTON, Jude   1/3/2014, 17:12


  • DADOS BÁSICOS

Player: Mah

Nome completo: Jude Olivier Buxton
Apelido: Não tem
Data de Nascimento: 08 de Dezembro de 1996
Local de Nascimento: Londres, Inglaterra

Idiomas: Inglês
Sexualidade: Hétero
Relacionamento: Solteiro

Raça: Nascido Trouxa
Patrono: Uma águia
Bicho-Papão: ESCREVA AQUI
Varinha: Madeira com cerne, x polegadas (y cm), flexibilidade.


  • VIDA

Jude foi criado pelo pai e nunca realmente conheceu a mãe, apesar de saber quem ela é. Vivia na academia de boxe do pai e desde criança é apaixonado pela luta, sua primeira memória é com as velhas luvas vermelhas de seu pai, batendo em um saco de areia muito maior do que ele, sem conseguir fazê-lo sair nem um centímetro do lugar. Quando o pai achou que o filho tinha idade suficiente, começou a treiná-lo pra valer e até hoje, nas férias de Jude, os dois se divertem muito com os treinos.

Ao receber a carta de Hogwarts ficou bastante confuso e achou que fosse alguma brincadeira de um de seus amigos, por isso guardou ela pra si, e as que vieram depois também, até que o pai a encontrou e sentou com ele para explicar o que estava acontecendo. Até então Jude havia tido poucos sinais de magia, assustado, Tyler foi atrás de saber o que aquilo poderia ser, conversou com sua mãe, que contou que a bisavó de Jude era uma bruxa, que decidiu viver inteiramente como trouxa ao se apaixonar. Tyler não quis falar nada sobre isso com o filho, só quando teve a confirmação com a carta de Hogwarts e ele e a mãe, Emilia, avó de Jude, sentaram e conversaram sobre aquilo tudo com o garoto.

Ele continuava muito confuso com tudo, não sabia de nada do mundo bruxo, além do pouco que a avó sabia, do básico que a mãe um dia a contou. Pouco antes da data do que seria o embarque para a sua nova escola, os Buxton receberam a visita de Teodorico Tremlett, que disse ser professor de estudo dos trouxas, explicou o que era estudo dos trouxas e mandou o menino se ajeitar, que iriam ao Beco Diagonal. Pai e filho saíram de casa e seguiram aquele estranho homem de terno xadrez amarelo e vermelho com gravata azul até a rua, ele então esticou um pedaço fino de madeira e um ônibus roxo parou poucos segundos depois na frente deles. Jude começava a gostar da idéia de ser bruxo.

Passaram a tarde no Beco Diagonal, Teodorico o ajudou a comprar o seu material escolar e explicou o que precisava para o garoto e seu pai. Se despediram depois de tudo e ele sumiu no meio das pessoas, Tyler e Jude ainda ficaram para tomar outro sorvete e também para conversarem. Tyler nunca havia ficado sem o filho por tanto tempo assim e também não queria isso, mas Jude falou que queria saber o que era tudo aquilo e pediu para que o pai deixasse ele ir conhecer Hogwarts, e se ele não gostasse, voltava pra casa.

Foi para a Plataforma 9¾ no dia 1º de Setembro, se despediu do pai e embarcou no Expresso de Hogwarts para a sua nova vida.

Tudo para ele era maravilhoso. O trem, o carrinho de doces - onde gastou quase todo o dinheiro que o pai tinha dado e descobriu que seu doce favorito era o Pepper Imps -, e principalmente as meninas. Conheceu Aurora Black ainda no trem, aqueles cabelos ruivos chamaram a atenção de Jude e ele fez questão de sentar na mesma cabine que ela, primeiro a menina não deu a menor bola pra ele e até o zuou um pouco por ele não saber nada do que eles conversavam. "Sério que você nunca ouviu As Esquisitonas?", ela perguntou, olhando pras outras duas meninas que estavam na cabine com eles, com um tom incrédulo e depois com uma careta de "que loser", ele falou que não, mas que a banda devia ser ruim tendo aquele nome e que de qualquer maneira, The Rolling Stones era a melhor banda inglesa - ele mudou de idéia pouco depois de ouvir As Esquisitonas. Só conseguiu atenção da menina quando só os dois conseguiram comer um Toothflossing Stringmints inteiro até soltar fogo e deram risadas quando as duas outras meninas que estavam na cabine saíram correndo depois de terem as sobrancelhas levemente chamuscadas. Pelo resto da viagem eles conversaram e ela falou sobre o que sabia de Hogwarts, disse que queria ir pra Grifinória e o convenceu de que aquela era a melhor casa -isso o marcou muito e principalmente depois dela ter sido chamada para a Grifinória um pouco antes dele, ficou pedindo e pedindo e pedindo para o chapéu seletor que fosse para lá também e ele disse "sim, sim... você parece ter a coragem necessária para a Grifinória, acalme-se". Levanto feliz e foi se sentar do lado da ruiva e nunca mais deixaram de sentar um do lado do outro - só quando brigavam.

Logo nos primeiros dias também conheceu Anita e descobriu que ela era, como ele, nascido trouxa e que também estava perdida naquilo tudo, ele ficava cada vez mais feliz em conhecer meninas bonitas e para chamar sua atenção, repetia tudo o que Aurora tinha falado pra ele no trem sobre o mundo bruxo, ele não sabe se a convenceu de que sabia de tudo aquilo até hoje, mas o importante é que ela o chamava sempre que passavam perto um do outro, provavelmente por medo de ficar sozinha e por ele saber mais o que era estar em um mundo totalmente novo. Com isso a amizade entre os dois foi crescendo, até que era natural um esperar o outro na saída das aulas.

Os primeiros meses em Hogwarts passaram como se ele nem lembrasse da vida que levava antes. Sentia falta do pai, mas recebia sempre cartas dele e também o escrevia quase que diariamente para contar todas as novidades, todos os lugares que conhecia no castelo, todas as aulas que tinha, os feitiços que conseguia fazer - e mentia quando não conseguia, principalmente quando tinha aulas de transfiguração, era péssimo nessa matéria.

Voltou pra casa no Natal e percebeu como estava com saudades, conheceu a nova namorada do pai e tiveram um Natal muito agradável, treinaram todos os dias e falava mais do que animado sobre o mundo bruxo. Tyler ficava mais tranquilo e feliz por ver o filho tão animado e nunca mais nem pensou em tirá-lo da escola ou algo do tipo.

Os anos seguintes em Hogwarts continuaram sendo uma descoberta constante. Sonhava em entrar no time da Grifinória, mas não tinha nenhuma vaga, no terceiro ano soube que um dos artilheiros tinha se formado e deu duro para treinar muito e conseguir o lugar. Tornou-se artilheiro do time e com o tempo ia ficando cada vez melhor, gostou quando Anita e Aurora entraram pro time no ano seguinte, mas já imaginava que a Black desistiria, já que em todos os treinos ela discutia com o capitão. Mas Anita ficou e o tempo junto da menina aumentava por isso, com o tempo eles foram ficando mais e mais próximos, até que se beijaram - ele já tinha beijado antes, mas com ela foi diferente, ele gostava da amiga e aquilo foi ficando mais sério, mas não na cabeça dele, ele era apenas um garoto e até hoje se arrepende do que fez, mesmo que nunca conte para isso para ninguém, mas ficou com outra menina enquanto estava com Anita e quando ela o interrogou sobre isso, falou que sim, já que não imaginava mesmo que eles estivessem namorando. Aquilo a magoou e eles ficaram o maior período até hoje sem conversar um com o outro, ele se sentia culpado, mas não entendia o que tinha feito de errado realmente, com isso andava mais com Aurora e dessa vez foi a ruiva que ele beijou, mas diferente de Anita, ela já tinha beijado antes e era um pouco mais tranquila em relação à relacionamentos, por isso às vezes, até hoje, eles ficam quando estão com vontade.

Ele gosta muito das duas, mas não sabe realmente qual é o real sentimento que tem por elas, mas também não pensa muito nisso, só vive. Sabe que sente muito ciúmes delas e não gosta de vê-las com mais ninguém, tem um ódio especial por Oberyn Moody, que namorou Anita por uns poucos meses, primeiro por terem namorado, segundo por ele ser um completo idiota, mesmo.

  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS

Riley Thompson é a mãe de Jude que ele nunca conheceu, mas sempre soube da existência dela e a pesquisou na internet, ela é uma fotógrafa americana que viaja bastante, sente falta de conhecê-la, mas também um pouco de ódio por ela tê-lo o abandonado quando era apenas um bebê e ido embora. A verdade é que ela nunca quis engravidar, foi um acidente, mas Tyler nunca a deixou fazer um aborto, ela decidiu então manter a gravidez até o final, Tyler achava que com o nascimento do filho, ela mudaria de idéia, mas isso não aconteceu e ela foi embora dois meses depois do nascimento de Jude, no meio da noite, deixando apenas um bilhete pedindo desculpas.

Tyler Buxton, pai de Jude, é treinador de boxe e tem uma academia desde que machucou o ombro e ficou impossibilitado de lutar. Já sabia da existência do mundo bruxo quando a mãe contou que sua avó era bruxa, imaginava que o filho fosse também, mas não queria acreditar nisso, por medo de perdê-lo. Cuidou de Jude a vida inteira, depois que foi abandonado por Riley, e sempre foi apaixonado pelo garoto, um ótimo pai, o melhor que podia ser, mesmo que não tivessem muito dinheiro, ele nunca deixou faltar nada para ele, e seus pais o ajudavam nisso.

Tyler conheceu Riley na luta de um de seus alunos, ela fotografava o evento e eles se interessaram muito um pelo outro, o romance durou um tempo, mas Riley nunca acreditou que duraria pra sempre, até engravidar. Ela queria interromper a gravidez, mas Tyler não deixou e pediu que ela mantivesse até o final, ela aceitou a contra-gosto, mas aceitou. Durante os 9 meses, eles foram um "casal", moravam juntos, Riley trabalhava com alguns freelas até que a gravidez deixou, ela e Tyler tinham altos e baixos, se conheciam pouco, mas parecia que se conheciam desde sempre. Em alguns momentos eles se amavam e pareciam feitos um pro outro, nesses momentos Tyler achava que tudo ficaria bem, que eles seriam uma família de verdade, que ela iria amar o filho - Riley também chegou a pensar isso algumas poucas vezes -, mas então eles brigavam, feio, por qualquer coisa, eram muito cabeça-duras e xingavam muito um ao outro, então ela falava, aos berros, que aquilo já estava acabando e que em breve ela iria embora - Tyler se magoava com isso, e Riley se arrependia amargamente de ter dito, mas não admitia. Eles simplesmente não sabiam se relacionar bem, nunca tinham tido um relacionamento e aquele, por mais bizarro e curto que fosse, era o relacionamento mais firme que ambos tinham tido a vida inteira.

Ela foi embora quando Jude tinha 2 meses, voltou a viajar e a fotografar, coisa que amava. Hoje tenta não lembrar de nada daquilo e quando lembra, se sente muito arrependia. Pensou em entrar em contato com eles diversas vezes, mas nem isso consegue fazer, acha que já os fez sofrer o suficiente para voltar agora.

Jude sempre soube dessa história, por Tyler achar que não devia esconder quem foi a mãe dele, sente ódio de Riley por ela ter ido embora, mas nunca a odiou por outra coisa que não isso, por isso nunca falou dela com raiva, sempre contou as coisas boas, mas mantinha a voz firme quando dizia que não era para Jude procurá-la, e ele nunca o fez, a não ser pela internet, sabe como é a cara dela e a acha muito bonita e talentosa, mas apesar da vontade que sempre teve de ter uma mãe, não tem mais vontade de procurá-la.


  • APARÊNCIA

Descrição do físico da personagem (altura e peso, cor da pele, dos olhos, dos cabelos...), forma como se veste, se tem tatuagens, piercings e outros acessórios que usa, além de cicatrizes e qualquer coisa que ache interessante ou importante mencionar.


  • PERSONALIDADE

A personalidade e as peculiaridades do personagem. Como ele é visto perante os outros e como ele de fato é.



A cloud of pink ice cream
Where every star is a candy bar
And the moon is a marshmallow dream
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
BUXTON, Jude
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wizard's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Fichas-
Ir para: