InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 Malfoy, Aurelia

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Aurelia Malfoy

avatar

Feminino Leão Búfalo
Idade : 20
Player : Fabrizio
Mensagens : 1178

MensagemAssunto: Malfoy, Aurelia   26/2/2014, 16:13


  • DADOS BÁSICOS

Player:  Fabrízio

Nome completo: Aurelia Andorian Malfoy
Data de Nascimento: 15 de agosto de 1997
Local de Nascimento: Loch Lomond, Escócia.

Sexualidade: Heterossexual
Relacionamento: Solteira.

Raça: Sangue-Pura
Patrono:  Não conseguiu ainda criar um com forma.
Bicho-Papão: Seu pai.
Varinha: Sorveira com pelo de unicórnio, 17 polegadas, bastante flexível.


  • VIDA

Aurélia foi amada quando nasceu, mimada por meses, até ano seguinte com o nascimento da irmã Sabina. O amor dos pais dividiu, mas era tão grande que dividiu com as duas. Por isso elas sempre tiveram o que quiseram, as bonecas, as roupas, comiam o que desejavam. As duas sempre faziam o que queriam e quando queriam.

As duas irmãs pela diferença quase nula de idade, eram como gêmeas e melhores amigas. Cresceram sem nunca desgrudar, mesmo que com o passar dos anos foi ficando evidente as diferenças entre elas, de personalidade e opiniões. Uma briga grande com as duas foi quando no aniversário de Aurélia de 9 anos, havia um menino mestiço que só fora convidado pois o pai era membro do alto-escalão do Ministério, mas outras crianças incluindo Sabina estavam tirando sarro dele, Aurélia queria que Sabina parasse e elas brigaram. Aurélia ficou tão chateada que depois do parabéns e assoprar as velas do bolo, sumiu e nunca mais quis falar com ninguém.

Elas tiveram várias briguinhas assim, mas nunca duravam horas. A amizade das duas sempre superava tudo. Além disso a alegria familiar também era muito valorizado. O pai entrava no quarto de duas para dar beijo de boa noite todos os dias. E a mãe fazia questão que os elfos domésticos reversem cada dia da semana com uma sobremesa preferida de uma delas, a de Aurélia era pudim de ameixa.

As coisas foram mudando de um jeito rápido e drástico. Aurélia iria para Hogwarts, foram comprar a varinha, e o Olivaras confirmou que a madeira da varinha dela era Sorveira. Mas o que complicou as palavras foi que Olivaras disse: 'Vejo que você tem mente aberta e coração puro, não existe nada de bruxo das trevas em você". O vendedor falou isso de um jeito indireto para Valerius que estava ali com ela.

Tudo pioraria quase um mês depois, já na escola, quando o Chapéu Seletor a mandou para Lufa-Lufa. Aurélia viu seu mundo desmoronar, ela saiu do banco e foi sentar na mesa da sua casa chorando. O salão inteiro estava em silêncio, havia verdades universais, Malfoys na Sonserina era uma delas. Ninguém da casa nova falou com ela. Ela não ouviu o discurso da diretora, ela não tocou em nada do banquete, ela nem lembra ter descido os degraus até a Lufa. Ela dormiu num travesseiro ensopado de lágrimas.

Logo no dia seguinte mandou cartas para os pais, mas nunca recebeu a resposta. Ela foi até a professora Mcgonagall implorar para mudar de casa mas ela disse que não podia fazer nada. Ela viveu sozinha. Não queria falar com ninguém, e ninguém falava com ela. Setembro, Outubro, Novembro passaram. Ela pegou o trem na esperança de poder finalmente falar com seus pais. Eles não apareceram na estação de King's Cross. Sozinha pegou o Nôitibus Andante e foi para casa deles em Loch Lomond.

Ao chegar em casa quem abriu a porta foi seu pai, que olhou furioso e deu um tapa: "Você não vai mais entrar.. Aqui não é sua casa.. volte para sua nova casa, sua Lufa-Lufa".  E bateu a porta. Ela ficou ali chorando ali fora, sem saber o que fazer, bateu algumas vezes e foi ignorada. Chegou ver a irmã pela janela, só para vê-la mostrando a língua e fechando as cortinas.

No dia seguinte, resolveu ir embora. O Nôitibus Andante levou para Hogsmeade, onde dormiu e passou a noite escondida entre casas, pegando resto de comida do lixo do Cabeça de Javali e  Madame Puddifoot. Só lembrava como sua vida era totalmente diferente um ano atrás. Numa mesa feliz com sua irmã cantando desafinado alguma música de natal, sua mãe trazendo um delicioso bolo a e seu pai dividindo com ela uma enorme taça de wassail. E seu momento preferido quando quebravam os "crackers".

Mas agora só esperava o trem voltar, enrolada no seu cachecol amarelo e preto que tanto odiava. Então voltou para Hogwarts. Voltou para "sua" Lufa-Lufa. Naque dia pela primeira vez sua tristeza virou raiva, e rasgou uma foto que tinha de sua família. Mas a raiva não durou muito tempo, voltando para a mais completa depressão.

Mas as coisas foram melhorando. Uma das alunas mai velha da casa começou puxar papo com ela, Cass Plunkett. Ela conversavam bastante, e tornaram boa amigas, e foi ela que a convenceu a fazer o teste para o time de Quadribol, na qual ela passou como batedora. A Plunkett foi tão importante para a vida de Aurelia que ela passou o próximo natal e depois as férias com ela.

No ano seguinte, ela foi fazendo outras amizades como Auggie Potter e Crystal Lovegood. O garoto da Grifinória sempre foi muito legal com ela, e isso fez ela criar uma paixãozinha, mas ele sempre esteve envolvido com outras como Alice Runcorn e Katherine Poole, por isso sempre tudo foi platônico. E isso doeu quando passou o natal com ele. Por isso quando acabou o ano foi para casa dos Lovegood.

Os outros anos veriam novos amigos como Ambrosia Longbottom, Melvyn Burke e Flossie Peasegood

Fora de Hogwarts
    Natal - Cass Isbeil Plunkett
  • Férias 2º ano à 3º ano - Cass Isbeil Plunkett
    Natal - Augustus Potter
  • Férias 3º ano à 4º ano - Crystal Lovegood
    Natal - Ficou em Hogwarts
  • Férias 4º ano à 5º ano - Ambrosia Longbottom
    Natal - Melvyn Burke
  • Férias 5º ano à 6º ano - Flossie Peasegood
    Natal - Ficou em Hogwarts
  • Férias 6º ano à 7º ano - Sozinha, no Beco Diagonal.


  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS

Os Malfoy

Abraxas Malfoy foi um influente bruxo, dizem que foi responsável pelo fim das Machas dos Direitos dos Abortos, quando sangue-puros atacaram os protestantes em 1967. O que resultou também o fim do governo do primeiro ministro da magia nascido trouxa, Nobby Leach. O papel de Abraxas em esses eventos é bastante obscuro. Ele morreu de catapora de dragão anos atrás, mas teve dois filhos: Lucius e Tarquinius.

A Família de Lucius Malfoy é composta por sua esposa Narcisa (Família Black) com qual tiveram um filho, Draco. A família caiu descrédito após a Segunda Queda de Voldemort, redimindo após atos como comensais. Draco casou com Astoria Greengrass, e tiveram um filho: Scorpius Hyperion Malfoy.

A Família de Tarquinius Malfoy é composta por sua esposa Messalina (Família Rosier) com qual tiveram dois filhos: Valerius e Severa. Tarquinius serviu também Voldemort na Primeira Guerra Bruxa, mas logo após a queda dele abandonou o Reino Unido indo morar na Suécia. Seus filhos estudaram em Durmstrang, e ele morreu igual o pai de Catapora de Dragão, enquanto suas crianças estavam na escola.

Messalina e filha Severa ainda vivem na Suécia.

Valerius Malfoy voltou para Inglaterra assim que se formou, em 1993. Era uma época bastante conflituosa e não manteve muito contato com o tio, Lucius e o primo, Draco. Mesmo assim os encontrou durante a Copa de Quadribol de 1994, na qual conheceu também sua futura esposa, Queenie Greengrass. Casaram um ano depois, e tiveram duas filhas: Aurelia e Sabina. Valerius não trabalha e vive com sua família na Escócia em propriedades da família, tendo apenas fortuna herdada de Tarquinius.

Os Greengrass

O patriarca Gleeson Greengrass teve dois filhos: Urisk e Tumnus.

Urisk Greengrass teve duas filhas: Daphne e Astoria.
Daphne permaneceu solteira.
Astoria casou com Draco Malfoy, e teve um filho: Scorpium.

Tumnus Greengrass teve dois filhos: Igor e Queenie.
Igor casou com Olivia Booth, e teve dois filhos: Alaric e Alexia.
Queenie casou com Valerius Malfoy, e teve duas filhas: Aurelia e Sabina.

Queenie estudou na Sonserina. Conheceu Valerius durante a Copa, sendo amor à primeira vista. Os dois já estavam ficando quando começou a confusão com a Marca Negra. O namoro durou um ano, e logo casaram. Continuaram morando na Escócia, numa bela mansão nas montanhas.  Foi lá que tiveram suas duas filhas, Aurelia e Sabina. A família continua vivendo numa enorme mansão nas margens do lago Lomond. Mas desde que Aurelia entrou para Lufa-Lufa ela nunca mais voltou para casa ou falou com os pais.


Valerius, Queenie, Aurelia e Sabina


  • APARÊNCIA

Loira de cabelos bem cacheados, algumas vezes usa bem liso, porém prefere ele encaracolado e armado. Olhos verdes. Pele branca e pura, nunca tivera nenhuma espinha. Pequena para idade. Magra. Apenas o quadril um pouco mais largo (ou uma bunda enorme dependendo da opinião).


  • PERSONALIDADE

Apesar de tudo na vida é uma garota feliz, simpática e bom humor. Porém, é extremamente tímida e receosa com a opinião dos outros, por isso está sempre tentando agradar todos, sendo a mais amiga e confiável possível. Sua felicidade só não é constante por causa da dor que sofre por causa da separação dos outros Malfoy.





You did not break me, I'm still fighting for peace.
But you won't see me fall apart, 'cause I've got an elastic heart.
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
Malfoy, Aurelia
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» Malfoy, Aurelia
» Bruxos da Era Potter

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wizard's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Fichas-
Ir para: