InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 MCCORMACK, MANS

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Mans McCormack

avatar

Masculino Leão Tigre
Idade : 30
Ocupação : Botânico | Dono da Stumblin' Nightclub
Localização : Ottery St. Catchpole
Player : Liz
Mensagens : 386

MensagemAssunto: MCCORMACK, MANS   7/4/2016, 17:30

  • DADOS BÁSICOS

Player: Liz

Nome completo: Mans McCormack
Data de Nascimento: 13 de Agosto de 1986
Local de Nascimento: Londres, Inglaterra

Idiomas: Inglês, a sua língua materna, e Alemão, Sérvio e Eslovaco, que aprendeu nas suas viagens
Sexualidade: Bissexual
Relacionamento: Casado

Raça: Sangue-puro
Característica especial: Nenhuma
Patrono: Coelho
Bicho-Papão: A sua própria imagem de quando era adolescente e sofria bullying na escola
Varinha: Faia com pelo de unicórnio, 10,2 polegadas (25,9 cm), flexível.

  • VIDA


Quando Jamie-Lee e Joe decidiram ter filhos, não imaginaram que o trabalho viria dobrado. Mans e Echo acabaram sendo uma surpresa e o suficiente de filhos para os dois pais que já vinham tentando ter filhos há algum tempo. Os dois irmãos tiveram uma infância absolutamente normal e com o tempo foram realmente se tornando muito próximos, quanto mais não fosse porque passavam o tempo quase todo juntos. Naquela altura eles eram realmente muito parecidos a nível de personalidade e nada fazia prever que eles se fossem tornar tão diferentes.

Echo demonstrou os primeiros sinais de magia antes de Mans e apesar de Mans não estar chateado com isso, foi também aí que Echo demonstrou os primeiros sinais de maldade com o irmão. Ninguém na família parecia importar-se, porque era aquela maldade de criança inocente, e Mans fingia que também não se importava quando o irmão o zoava. No entanto, ficou feliz quando ele mesmo demonstrou os primeiros sinais de magia e não teve de ouvir mais o irmão se gabando disso. Apesar de nem ser muito constante ou muito alarmante, estas atitudes de Echo para com Mans foram acontecendo outras vezes durante a infância.

Foi em Hogwarts que as diferenças entre os dois começaram a ser mais notórias. Echo foi o primeiro dos dois a ser chamado na seleção e foi colocado na Sonserina, enquanto Mans foi logo a seguir colocado na Lufa-Lufa. O impacto na relação deles não foi imediato, até porque eles ainda se davam bem e com aquela idade as diferenças ainda não eram tão acentuadas. Mas agora eles já não estavam só os dois e acabaram por fazer amigos nas suas próprias casas e se moldando aos novos amigos. Sonserinos sempre zoaram Lufos, e neste caso as coisas não foram diferentes. Mans acabou sendo vítima de bastantes sonserinos, mas da mesma forma que já estava habituado a ignorar Echo, também ignorava os sonserinos.

Com os anos as coisas foram piorando. Para além da diferença de personalidade, Mans e Echo foram se tornando mais diferentes fisicamente. Enquanto Echo se tornava o cara bonito que fazia sucesso entre as meninas, Mans foi se tornando o cara nerd com mau gosto para roupa que passava o tempo estudando e lendo livros. Até os óculos com lentes grossas faziam parte da indumentária. Aí ele se tornou realmente um dos alvos preferidos dos sonserinos, incluindo o irmão, que o zoava e não fazia nada para o defender. Isso o tornou um pouco mais solitário e apreciador da solidão, chegando mesmo a preferir estar sozinho do que com os amigos.

Apesar da falta de sucesso a nível social, sempre foi um aluno bastante razoável. Adorava herbologia e cuidados com as criaturas mágicas e essas eram as disciplinas em que tinha melhores notas. No quinto ano foi escolhido como monitor o que, apesar de ele não esperar, o deixou bastante orgulhoso. Nesse ano também beijou pela primeira vez, uma menina do seu ano que passou imenso tempo arrastando a asa para cima dele e ele nunca tinha percebido. Naquele momento ele achou mesmo que aquele já estava sendo o melhor ano da sua vida, mas a verdade é que com a partir daí as coisas foram melhorando um pouco, até porque fisicamente ele foi ficando mais atraente, ainda que o mau gosto ainda continuasse lá. Mesmo assim, consoante crescia e as pessoas, especialmente as meninas, lhe iam achando piada, ele foi ganhando um pouco mais de personalidade.

Quando se formou, ficou bastante indeciso sobre o que faria a seguir. No entanto, se havia coisa que sabia é que precisava mudar um monte de coisas na sua vida, porque a sua experiência escolar lhe tinha mostrado que de certeza que estava fazendo alguma coisa errada. Seguindo os seus gostos, acabou decidindo estudar botânica mágica, mas não quis estudar em Inglaterra. A necessidade de crescer e de mudar fê-lo querer viajar, e foi isso que ele fez, quando aos 19 anos se mudou para a Alemanha. Lá começou os seus estudos, mas durante os anos passou pela Áustria, Sérvia e Eslováquia, onde foi estudando e fazendo pesquisas, enquanto trabalhava em outras coisas. Nesse tempo se afastou bastante da família e dava notícias só de vez em quando. No entanto, tal como ele queria, essa distância fez com que ele crescesse e mudasse. Se tornou muito mais confiante, se sentindo capaz de fazer qualquer coisa, e deixou de uma vez o ar nerd.

O seu pai morreu quando ele estava morando na Sérvia e completamente afastado. A notícia o abalou bastante, especialmente porque o fez sentir que se tinha afastado demais e que nem tinha aproveitado os últimos momentos com o pai. Foi a primeira vez que voltou a Inglaterra e o seu regresso causou alguma admiração, porque visualmente ele estava muito diferente. Para além de perceber como precisava se reconectar com a família, Mans percebeu como já não estava machucado com o passado. Acabou conversando normalmente com Echo e quase pareceu que não tinham tido aquele afastamento todo. Apesar de ir a Inglaterra poucas vezes depois disso, porque ele vivia correndo entre trabalhos e estudos, passou a dar notícias regularmente.

Quando ele estava na Eslováquia, arrumou trabalho num bar. Fazia sempre os turnos da noite, porque a sua colega de trabalho, Gabriella, tinha uma filha pequena para cuidar então preferia fazer os turnos de dia. Com o tempo foi ficando bastante amigo e cúmplice dela e, como ela também não era dali, acabavam se ajudando um ao outro. No entanto, Mans nunca soube a quantidade de problemas em que Gabriella se metia por causa de drogas, já que ali ela parecia levar uma vida perfeitamente normal.
Mans ficava muitas vezes tomando conta de Maja, filha de Gabriella. Ele não se importava, até porque gostava da menina e ela não o incomodava enquanto tinha que fazer alguma coisa. Um dia Gabriella lhe pediu para tomar conta de Maja de forma um pouco mais alarmante do que o costume, como se algo estivesse acontecendo. Ele notou isso e tentou perceber o que estava acontecendo, mas ela não lhe contou. Ficou então com Maja até mais tarde descobrir que Gabriella tinha sido assassinada por um grupo esloveno de quem ela tinha fugido por causa das drogas.

Toda a situação se tornou bastante complicada. O pai de Maja não era conhecido e os avós, para além de estarem na Eslovénia e serem trouxas, não tinham condições para tomar conta da menina. Ela acabou sendo levada para uma instituição, na esperança de que alguém a adotasse. Mans foi acompanhando o seu percurso, até porque achava que devia isso a Gabriella, mas nada aconteceu. Assim, ao fim de alguns meses, acabou entrando com o processo de adoção para Maja. Levou imenso tempo para que o processo fosse concluído e muitos foram os problemas levantados. Para conseguir contornar a situação, ele acabou casando com uma amiga, Marta. Eles já eram bons amigos praticamente desde que Mans tinha chegado na Eslováquia e ela se compadeceu de toda a situação de Maja então, mesmo que achasse aquilo uma loucura, acabou aceitando. Eles criaram algumas coisas conjuntas para não levantar suspeitas mas continuaram morando separados e, quando Mans conseguiu finalmente concluir o processo de adoção, Maja ficou morando com ela. Mesmo que Marta não fosse realmente mãe de Maja, só mesmo no papel, acabou tomando conta dela bastantes vezes, quando Mans não conseguia.

Com o ritmo louco que estava levando, Mans acabou decidindo que era hora de assentar. Ao fim de tantos anos, decidiu voltar para Inglaterra com Maja. Falou com Marta sobre o divórcio, mas ambos concluíram que talvez ainda fosse cedo demais para avançar com isso, visto que não tinham Maja há muito tempo. Decidiram então que depois tratariam disso. Mans voltou então para Inglaterra e a família, que sabia que ele tinha adotado Maja, mas ainda não a tinham conhecido, ficaram simplesmente ficaram babados. Lá Mans encontrou um emprego na sua área e finalmente começou a ter um ritmo de vida mais normal.

Ao fim de algum tempo Echo voltou das suas viagens com a ideia maluca de os dois, juntamente com um amigo dele, abrirem uma boate. Mans torceu o nariz de início, porque já estava habituado a ter uma vida mais calma, mas com a insistência acabou se deixando convencer.
Apesar de ter combinado com Marta que depois tratariam do divórcio, até hoje ainda não entraram com o processo. Nenhum dos dois encontrou até agora alguém que os fizesse querer casar de verdade e sempre que falam do assunto terminam em “Vamos poupar esse dinheiro por agora. Pode ser que nem faça falta” e assim ficam por mais um tempo. Assim sendo, Mans continua casado.

  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS


Catriona McCormack – Tia - Avó. Artilheira dos Pride of Portree nos anos 60.

Meaghan McCormack – Prima. Goleira dos Pride of Portree nos anos 90.

Kirley Duke (1971) – Primo. Guitarrista dos The Weird Sisters.


Joe McCormack (1946 – 2013) – Pai. Era vendedor numa loja de velharias e antiguidades e acabou morrendo de ataque súbito.

Jamie-Lee (Wood) McCormack (1957) – Mãe. É responsável pela loja do marido desde que ele morreu.

Echo McCormack (1986) – Irmão. Tenciona abrir um negócio junto com ele.

Marta Jelen (1987) – Esposa. Não são realmente casados, apenas no papel, sendo que isso aconteceu para que Mans pudesse adotar Maja.

Maja Strnad McCormack (1998) – Filha. Foi adotada depois de a sua mãe ter sido assassinada.

  • APARÊNCIA

Apesar de nem sempre ter sido propriamente bonito, Mans sempre foi bem constituído fisicamente. Quando era criança era mais para o gordinho, mas depois foi crescendo e ficando mais esguio. Desde há alguns anos que começou a cuidar mais do corpo, então tem os músculos bastante bem definidos. Tem o cabelo castanho, mais curto dos lados e maior em cima, que ele penteia normalmente para o lado. Tem duas tatuagens, duas asas, na parte interna dos braços, que ele tatuou quando saiu de Inglaterra, como símbolo da sua libertação. Apesar de ter aprendido a se vestir um pouco melhor, no seu dia-a-dia é sempre muito casual.

  • PERSONALIDADE

Diferente do que era antes, Mans é bastante sociável e divertido. Gosta de ficar a conversar e aguentaria horas nisso, se tivesse tempo para tal. Se descobriu um aventureiro, que gosta de experimentar e descobrir coisas novas, e é bastante energético. Por outro lado, continua gostando de estudar e não é estranho vê-lo entrar em projetos novos no trabalho, mesmo que já tenha tempo para pouco. Tenta ser uma pessoa responsável, mas acontece muitas vezes que ele acaba esquecendo isso e vira um adolescente com vontade de querer experimentar e fazer tudo.


Unbreakable with hope in our hearts
Step by step we’ll make a new start
Voltar ao Topo Ir em baixo
 
MCCORMACK, MANS
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1
 Tópicos similares
-
» MCCORMACK, Echo

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wizard's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Fichas-
Ir para: