InícioInício  CalendárioCalendário  FAQFAQ  GruposGrupos  Registrar-seRegistrar-se  Conectar-seConectar-se  

Compartilhe | 
 

 WEESEL, Hettienne

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
Hettienne Weesel

avatar

Feminino Virgem Cabra
Idade : 25
Ocupação : Dançarina e prostituta no Vipera
Localização : Londres
Player : Isis
Mensagens : 100

MensagemAssunto: WEESEL, Hettienne    27/2/2015, 21:56


  • DADOS BÁSICOS

Player: Isis

Nome completo: Hettienne Marrit Weesel
Data de Nascimento: 31/08/1991
Local de Nascimento: Rotterdam, Holanda

Idiomas: Holandês, francês, inglês
Sexualidade: ?
Relacionamento: Solteiro

Raça: Aborto
Característica especial: -
Patrono: -  
Bicho-Papão: -
Varinha: -


  • VIDA


A primeira filha da família Weesel, uma linda menina. Era esperta e um pouquinho bagunceira, mas nada que desse muito trabalho. Na verdade, provavelmente foi a mais fácil de todos os seus irmãos. Quando tinha 6 anos, já tinha mais dois deles. Quando tinha 8, já eram outros quatro. E a coisa toda começou a ficar estranha quando Luuk, o filho mais velho, começou a fazer magia antes dela. E ainda mais quando o segundo mais velho, Floris, também. Mas foi apenas quando ela fez 11 anos e não recebeu seu chamado à Beauxbatons que a família se conformou e a chamou para uma longa conversa.

Hettienne ficou desolada. Já estava preparada para ir descobrir sua varinha, queria conhecer o grande palácio, queria ver tudo aquilo que seus pais tinham vivido e falavam com tanta saudosidade. Mas nunca iria. Ficou meses deprimida no quarto, mal comendo, sem ter forças para ir tomar banho ou qualquer coisa do tipo. Aiden e Marrit se preocupavam cada vez mais com a filha e buscaram conselho no ministério holandês para saber como proceder. E foi assim que, na mesma época que deveria estar indo pra Beauxbatons, Hettienne começou a ir a uma escola trouxa.

Estava um tanto quanto atrasada em relação às outras crianças, já que toda a sua educação até então tinha sido recebida em casa. Por conta disso, acabou reprovando alguns anos na escola. No início era difícil fazer amigos, ainda mais por ter que manter o sigilo sobre a bruxaria e não entender nada do mundo trouxa. Isso foi mudando ao longo dos anos, e quando Hettie era uma adolescente, já podia tranquilamente se passar por uma trouxa. Tinha diversos amigos, saía a noite, se vestia como trouxa. Tivera diversos namoradinhos e sempre os enrolava para que não conhecessem seus pais ou sua casa. Se recusava a deixar que os pais a desaparatassem até perto da escola e começou a ir de bicicleta, fosse qual fosse o clima e mesmo que estivesse um pouco distante do centro da cidade.

Foi se formar no ensino médio apenas aos 20 anos. Não queria mesmo ir para uma faculdade – e não queria pedir para que seus pais bancassem isso também. Foi então de vez para o mundo trouxa, onde se virava como podia, arrumando empregos baixos como caixa de supermercado e afins. Um dia, apareceu um fotógrafo, Niek van Campen e disse que ela provavelmente fotografaria muito bem. Hettienne precisava mesmo do dinheiro e topou, mesmo que não fosse muito. Logo estava trabalhando com Niek de novo e também com outros amigos fotógrafos dele. No início, tirava fotos apenas vestidas. Mas começou a se envolver romanticamente com Niek e ele foi fazendo com que ela tirasse peças, até que ficara totalmente nua em frente à câmera.

Não demorou quase nada para que fosse morar junto com Niek. Ele resolvia todos os assuntos quanto à nova profissão da namorada, controlava o dinheiro e tudo o mais. Hettie não se importava, estava extremamente apaixonada. Decidiram um dia mudar para Amsterdam, com Niek dizendo que lá teriam mais trabalho. Hettienne realmente teve mais trabalho, mas parecia que cada vez mais Niek apenas a gerenciava e viviam do dinheiro dela. Mesmo sendo a principal provedora, sempre que queria algo precisava pedir dinheiro ao namorado.

Um dia, Niek organizou uma sessão de fotos diferente: com outros dois homens. Até aí, tudo bem. Já tinha fotografado com outros homens antes. Mas nessa eles estariam realmente tocando, se aproveitando dela. Hettie implorou para não fazer, mas Niek insistia que o cachê era muito bom e que estavam mal de dinheiro – poderiam ser expulsos do apartamento a qualquer momento. Então ela concordou. Chorou no banheiro por horas depois. Na outra semana, ocorreu a mesma coisa. Um mês depois, as fotos se transformavam em vídeo.

Niek estava sempre dizendo como estava orgulhoso dela e como ela era gostosa. Dava presentes o tempo todo – sempre relacionados ao seu trabalho de modelo: lingeries, corsets, aulas pagas de pole dance, burlesco, algumas semi-jóias. Apesar de não se sentir bem, Hettie concordava com tudo e ia aceitando. Chegou até mesmo a concordar com o outro relacionamento de Niek com outra modelo, Quinty. Quando Hettie ia visitar os pais, tinha que se esforçar especialmente para conseguir sorrir e dizer a eles como estava bem e como amava o namorado.

Até que um dia ele chegou muito bêbado para uma filmagem. Ficou gritando que não estava gostando de como ela fazia, que parecia falso e resolveu tirar as roupas e mostrar a todos como realmente devia ser feito. Hettienne chorou, gritou no meio, e apanhou para ficar calada. Ao final, todos aplaudiram a performance incrível e Niek beijou seu rosto longamente, apreciando como ela ficava muito melhor com ele. E isso acabou se repetindo mais e mais vezes, não apenas na frente da câmera.

Não sabia o que fazer. O amava profundamente, mas começava a ter medo dele ao mesmo tempo. Algumas marcas em seu corpo não conseguiam ser escondidas nem ao menos com maquiagem. Não tinha dinheiro, já que Niek controlava tudo o que recebia. Até que um dia, Luuk fora a visitar de surpresa e viu todas as marcas.

O irmão ficou louco. Na mesma hora foi até Niek e jogou-o do outro lado do pequeno apartamento com a varinha. Passou um bom tempo o amaldiçoando, usando qualquer feitiço que conseguisse lembrar naquela hora, e só parou quando lançou um cruciatus e a irmã segurou seu braço, aos prantos, implorando para que ele parasse. Luuk concordou, mas disse para Hettie arrumar suas coisas, já que ali ela não ficaria mais um segundo. Enquanto ela tentava juntar o que tinha, Luuk obliviou a mente de Niek até que ele esquecesse que Hettienne existia.

Levou então a irmã para sua casa, na qual ela passou um bom tempo. Concordaram em não contar para o resto da família e Hettie passou então um bom tempo por lá. Não estava longe de Amsterdam e ainda tinha alguns contatos antigos de fotografia, com os quais conseguiu marcar trabalhos. Mas a presença mágica forte de onde Luuk morava acabava interferindo um pouco em sua vida, e assim Hettienne resolveu que seria melhor voltar para a cidade. Alugou um quarto em uma pensão e vivia por lá tranquilamente, recebendo a visita de seu irmão ao menos uma vez na semana.

Conforme ia trabalhando mais, acabava ficando mais conhecida. E também mais assediada. Em um mês que tivera realmente pouco trabalho e não conseguiu dinheiro o bastante para se alimentar, resolveu aceitar se prostituir para um fotógrafo que vivia pedindo. Foi tranquilo, até se sentia um pouco atraída por ele, e então isso acabou continuando algumas vezes. Pouco tempo depois, também se relacionava por dinheiro com outros fotógrafos, logo com pessoas de fora desse meio, e quando viu tinha uma proposta para se expor no Distrito da Luz Vermelha. Não recusou.

Se afastou cada vez mais do trabalho de modelo e foi mais fundo no mundo da prostituição e entretenimento adulto. Dançava nas vitrines, dançava nas boates, fazia apresentações burlescas e o que precisasse. Os chefes até a tratavam bem, mas odiava ver como outras meninas – especialmente as vítimas de tráfico sexual – eram tratadas, e estava sempre tentando ajuda-las, mesmo que não tivesse coragem de fazer qualquer coisa mais drástica. Alguns clientes, no entanto, começaram a ser mais abusivos com ela. Quando estava na boate não era muito problema, mas alguns iam além daqueles limites. Não demorou a ter que esconder manchas roxas pelo corpo com maquiagem de novo. Ficou especialmente boa nisso, e Luuk nunca desconfiou.

Python no entanto viu. Um dia em que ela estava lhe dando um lap dance, Python notou o roxo enorme em sua virilha, tentando ser escondido por maquiagem, que sumia aos poucos por já estarem no fim da noite e acalorados. Tentou conversar com ela, mas foi ignorado e apenas deixou terminar o que havia pago. Mas voltou lá outras vezes, várias, se tornando um cliente regular de Hettie. Aos poucos conseguiu sua confiança, especialmente quando sem querer deixou algo escapar sobre o mundo mágico. Ela falou seu sobrenome, como quem não quer nada, e ele perguntou se ela tinha alguma relação com Aiden Weesel. Quando ela confirmou, acabaram rindo e ela lhe contou sobre ser um aborto. Python então começou a insistir para que ela saísse de lá. Iria abrir uma boate logo e ela poderia ir trabalhar com ele. Hettie no entanto não quis.

Toda mês, Python a visitava ao menos duas vezes e insistia para que ela fosse com ele. Só conseguiu convencê-la quando não a encontrou na boate, e sim em seu apartamento, com o rosto todo roxo e inchado, sem conseguir disfarçar. A ajudou a arrumar suas coisas, cuidou de seus ferimentos e a levou direto para o Vipera, deixando que ela escolhesse com o que trabalharia ali.


  • FAMÍLIA E RELACIONAMENTOS

Sua família é uma das mais tradicionais sangues puros dos países baixos. Não que se importassem com isso. Nunca, em toda a sua história, discriminaram os outros sangues, mas por alguma piada do destino sempre acabaram se envolvendo apenas com sangues puros. Além disso, seus pais em particular, possuem a incrível capacidade de terem muitos filhos, sem ter realmente a melhor condição financeira necessária para cria-los, mas fazendo da melhor forma possível.
Hettienne é a mais velha de 6 irmãos, sendo a única menina e a única não-mágica. Um de seus irmãos é Gerrit Weesel, que está no momento em Hogwarts por ter tentado competir pelo tribruxo, mas não conseguiu.
Apesar de sua condição como aborto, Hettie continua tendo bastante contato com toda a família, que sempre que fez o possível para apoiá-la e tentar entender como as coisas aconteciam.
Pai: Aiden Weesel
Mãe: Marrit Weesel
Irmão 1: Luuk Weesel
Irmão 2: Floris Weesel
Irmão 3: Gêmeo do 4
Irmão 4: Gêmeo do 3
Irmão 5: Gerrit Weesel
Irmão 6:


  • APARÊNCIA

Tem a pele bem branca e sem marcas, o cabelo ruivo abaixo dos ombros, bastante liso e quase sempre usa uma franjinha, que emoldura o rosto redondo. Os olhos são azul e pequenos, e algumas vezes usa óculos, já que é míope. Mas tanto é normal estar de lentes, principalmente quando está trabalhando. O nariz tem a ponta levemente batatinha. Seu corpo é largo, sendo um pouco gordinha para o padrão, com seios, quadril, nádegas e pernas bastante fartos. Gosta de brincar tanto com maquiagem quanto com o próprio cabelo, com vários penteadinhos ou mudando a cor ocasionalmente, embora sempre volte ao ruivo por ser o que os clientes preferem. Não é muito alta, com 1,66m.
Mistura tanto roupas bruxas quanto trouxas, mas geralmente suas roupas trouxas são vintage e assim não se destoam tanto.



  • PERSONALIDADE

Apesar de ser bastante fofinha e sociável, acaba não confiando muito em ninguém, graças ao seu histórico com pessoas. Mas mesmo assim, continua gostando delas e busca tentar se envolver ao máximo. Talvez para balancear com seu trabalho, acaba sendo extremamente caseira nos dias de folga, gostando muito de ler, especialmente romances trouxas, de ficar na internet ou de ver televisão. Separa extremamente sua persona de palcos de quem é na ‘vida real’.


Voltar ao Topo Ir em baixo
http://www.wizardsuniverse.org/t1060-weesel-hettienne#134016
 
WEESEL, Hettienne
Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Wizard's Universe :: OFF :: Registros & Informações :: Fichas-
Ir para: